Organizações Indígenas repudiam projetos do governo Bolsonaro para o Norte do Pará e Amapá

Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Amapá e Norte do Pará se posiciona em nota contra o Projeto Barão do Rio Branco, que prevê pacote de obras para a região.

Leia mais »

Seminário de estudos em vista do Sínodo para a Amazônia

Roma se prepara para o grande Sínodo Especial para a Amazônia que será realizado em outubro deste ano. De 25-27 de fevereiro estarão reunidos no Vaticano os Presidentes das Conferências Episcopais da Amazônia e especialistas. Será focalizada a relação entre a particular situação eclesial e ambiente amazônico e outros contextos territoriais semelhantes

Leia mais »

PGR se manifesta contra retirada de boias que cercam terra indígena Waimiri-Atroari no Rio Jaguapery (AM)

Perícia apontou que, ao contrário do que sustenta do estado de Roraima, não houve alteração do território demarcado.

Foto de detalhe do prédio e do pátio da PGR
Foto de detalhe do prédio e do pátio da PGR Foto: João Américo/Secom/PGR

Leia mais »

4º BIS reconhece fronteira com Peru e Bolívia

Santa Rosa do Purus (AC) – Nos dias 12 e 13 de fevereiro de 2019, o Comando de Fronteira Acre / 4º Batalhão de Infantaria de Selva (4º BIS) realizou missões de reconhecimento de fronteira (REFRON) em sua área de responsabilidade, nas fronteiras com os países Peru e Bolívia.

01

 

Leia mais »

Caso Hydro – um ano: nova audiência pública consolida diálogo entre MPs e comunidades de Barcarena (PA)

Em evento na última sexta-feira (15), força-tarefa do MPF e MPPA fez resumo da atuação no caso, esclareceu dúvidas e recebeu contribuições das comunidades

Procurador da República Ricardo Negrini, do MPF, em pé e de costas. Ele fala ao microfone para uma plateia de mil pessoas sentadas. Ao lado dele, também sentados, outros membros do MPF e do MPPA integrantes da força-tarefa do Ministério Público para o caso Hydro.

Evento contou com a participação de mil pessoas (foto: MPF/PA)

Leia mais »

Sínodo da Amazônia

Pensar a Amazônia, em termos internacionais, como se fosse uma mera discussão neutra, desprovida de caráter político, ou melhor, geopolítico, é uma grande ingenuidade. Alguns escondem seus reais propósitos em uma retórica aparentemente moral e universal, tendo como fundamento questões ambientais, indígenas ou quilombolas, outros são mais diretos, procurando retirar do Brasil a soberania de uma fatia de seu território. Uns e outros partem de uma mesma ideia de “universalidade”, devendo nosso país se curvar a uma “humanidade” dirigida e controlada por eles.

 

Denis Lerrer Rosenfield – Sínodo da Amazônia

Leia mais »

MANIFESTO AMAZÔNICO

Não existe um projeto nacional sem um projeto para a Amazônia. O Brasil está diante de um dilema: ou estrutura seu projeto nacional ou assiste a erosão dos seus recursos naturais e da sua soberania. O Brasil só é grande porque tem a Amazônia. Não é só a Amazônia Brasileira que está em jogo, é o Brasil como nação soberana!

Leia mais »

Bolsonaro destaca uso de helicóptero no serviço a índios no Amazonas

Ao divulgar no Twitter postagem do Palácio do Planalto sobre o emprego de um helicóptero no reforço ao atendimento médico em distrito indígena de Parintins, no Amazonas, o presidente Jair Bolsonaro disse hoje (16) que o objetivo é levar condições para que os índios possam se sentir brasileiros.

Um helicóptero como este vai auxiliar os serviços de assistência a cerca de 17 mil indígenas – Divulgação/Ministério da Saúde

Leia mais »

Inicia el evento Conversaciones del Mundo

Cerca del 60% del Noroeste Amazónico, ubicado entre Colombia, Brasil y Perú, hace parte de un mosaico de áreas de manejo especial conformado por territorios indígenas y por áreas naturales protegidas con diferentes categorías, áreas que son reconocidas y establecidas para la salvaguarda de la diversidad cultural y la conservación de la diversidad biológica.   Leia mais »

Sínodo Pan-Amazônico: a quem interessa um confronto Brasil-Vaticano?

A tentativa de transformar o vindouro Sínodo Pan-Amazônico em um instrumento político para promover a agenda das estruturas de “governo mundial” que, há décadas, se empenham para limitar a soberania brasileira na estratégica Região Amazônica com uma falaciosa “proteção” de indígenas e do meio ambiente, provocou uma esperada e enérgica reação do governo brasileiro. Em duas reportagens, publicadas no jornal O Estado de S. Paulo em 10 e 11 de fevereiro, a jornalista Tânia Monteiro revela a iniciativa do governo para se prevenir dos desvios potenciais do Sínodo, mobilização a cargo do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI).

Leia mais »

MPF pede informações à Agência Nacional de Mineração sobre barragens do Cone Sul de Rondônia

ANM prometeu informar os dados atualizados em abril do ano passado, mas ainda não o fez.

Foto ilustrativa das comportas de uma barragem – Guaranastock.com

 

Leia mais »

Depois da barragem: vistoria vai avaliar situação da Volta Grande do Xingu com impactos de Belo Monte

Vistoria interinstitucional vai percorrer comunidades atingidas nos próximos dias 25 e 26.

Arte: Ascom/MPF/PA
Arte: Ascom/MPF/PA

 

Leia mais »

Madeira apreendida pelo Ibama é usada para construção de 50 pontes na Amazônia

Pelo menos 50 pontes foram construídas na Amazônia com madeira apreendida em operações de fiscalização realizadas pelo Ibama em Mato Grosso no ano passado. Prefeituras e instituições de educação receberam mais de 3 mil metros cúbicos de madeira, que também foi aproveitada para manutenção de escolas, creches e na construção de mesas e cadeiras.

Foto: Ibama
Foto: Ibama

Leia mais »

Projeto documenta espécies de anfíbios ameaçados de extinção no Brasil

O projeto DoTS (“Documenting Threatened Species”) envolve a colaboração de diversos cientistas e instituições do Brasil e do exterior. Biólogos também vão tentar identificar se espécies ameaçadas são mais suscetíveis a um fungo que vem dizimando espécies de sapos no mundo inteiro.

Leia mais »

Helicóptero auxiliará atendimento à população indígena no Amazonas e Pará

O atendimento médico e hospitalar aos povos indígena de Parintins-AM e de mais seis municípios – do Amazonas e do Pará – foi aprimorado no último mês. O Distrito de Saúde Especial Indígena – DSEI passou a ter à disposição um helicóptero, que assistirá a uma população de cerca de 17 mil pessoas, distribuídas em três terras indígenas – Andirá/Maraú, Nhamadú/Mapuera e Kaxuyana/Tunayna -, que abrangem juntas um território de mais de 4 milhões de hectares, área comparável ao estado do Rio de Janeiro ou à Dinamarca.

Utilização de helicóptero, semelhante ao da imagem, auxiliará trabalho do DSEI de Parintins no atendimento à cerca de 17 mil indígenas. Foto: Ministério da Saúde

Leia mais »