Senado debate mudanças climáticas e políticas ambientais brasileiras

Durante a sessão de debates temáticos, realizada no dia 13 de setembro, ambientalistas, pesquisadores e ativistas apontam as fragilidades no cumprimento das metas da NDC (Contribuição Nacionalmente Determinada), firmada na COP26, e divulgaram dados a respeito das emissões de gases do efeito estufa e desmatamento no Brasil.      Leia mais »

Amazônia – Pós-doutorado em geodinâmica no Instituto de Geociências da USP

Agência FAPESP – Uma oportunidade de pós-doutorado com bolsa da FAPESP é oferecida pelo Projeto Temático “Projeto de Perfuração Transamazônica: origem e evolução das florestas, clima e hidrologia dos trópicos da América do Sul”. Inscrições até terça-feira (20/09).

Imagem postada em: Agência FAPESP

Leia mais »

Rede Nacional de Meteorologia – RNM

As queimadas ocorridas no Brasil geram diariamente fumaça que se acumula em uma grande pluma de escala continental que se estende a centenas de milhares de quilômetros quadrados, cobrindo uma extensa área da América do Sul durante todo o período seco da região central do Brasil, principalmente durante o inverno.

Figura 1: À esquerda, refletância cor verdadeira detectada pelo sensor MODIS a bordo dos satélites TERRA e AQUA dia 08 de setembro de 2022, á direita, o AOT derivado, indicando a pluma de fumaça.

Leia mais »

Senado Federal – Críticas ao governo marcam sessão de debates sobre COP27

As críticas às políticas públicas conduzidas pelo governo federal em relação ao meio ambiente marcaram a sessão especial no Plenário que debateu nesta terça-feira (13) como o Brasil deve se preparar para a Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP27), que ocorrerá em novembro no Egito.  Leia mais »

Avanza preparación de Cumbre: Soluciones por una Amazonía Viva

Servindi, 16 de agosto, 2022.- Líderes y lideresas indígenas de los nueve países de la cuenca amazónica se reunirán del 5 al 9 de septiembre en la V Cumbre de Pueblos Indígenas: Soluciones por una Amazonía Viva, en Lima, Perú.

Fuente de la imagen: COICA – Postada em: SERVINDI

Leia mais »

Publicada chamada de R$50 milhões para pesquisas sobre mudanças climáticas

Com cinco linhas de pesquisa para a produção de conhecimento voltada para soluções e tecnologias associadas à mitigação e adaptação, propostas devem ser submetidas até 09 de setembro

O objetivo do edital é apoiar projetos de pesquisa e desenvolvimento científico e tecnológico relacionados à mitigação e adaptação às mudanças climáticas. – Foto: MCTi

Leia mais »

Edital do FNMC contempla projetos e estudos para mitigação e adaptação às mudanças do clima

Propostas de municípios ou consórcios públicos municipais podem ser apresentadas até 31 de agosto na Plataforma +Brasil

Foto: Thiago Foresti -postada em: MMA

Leia mais »

Nota conjunta do Ministério do Meio Ambiente e do Ministério das Relações Exteriores – Incêndios florestais e onda de calor na Europa

O governo brasileiro se solidariza com os familiares das vítimas dos incêndios florestais e da onda de calor que atingem diversos países europeus nas últimas semanas.

Leia mais »

Aumento das temperaturas leva milhões de pessoas à fome

O crescente aumento das temperaturas na América Latina e no Caribe deixou milhões de pessoas em situação de insegurança alimentar em 2021. Essa é uma das conclusões do segundo relatório Situação do Clima na Região, lançado nesta sexta-feira pela Organização Meteorológica Mundial, uma agência das Nações Unidas.

Leia mais »

Professor brasileiro lança apelo no Vaticano: “Agora é a hora de cuidar da Amazônia”

O professor Virgílio Viana participou de evento da Pontifícia Academia das Ciências Sociais, da qual é membro recém-empossado pelo Papa Francisco. Superintendente-geral da Fundação Amazônia Sustentável, fez ecoar no Vaticano a urgência de cuidar do meio ambiente e dos mais vulneráveis, e homenageou o Cardeal Cláudio Hummes, “embaixador da Amazônia”.

Professor Virgilio Viana Foto postada em: Vatican Newa

Leia mais »

Amazônia: degradação da floresta remanescente pode emitir tanto ou mais carbono que o desmatamento

Desde o início deste século, a Amazônia já perdeu cerca de 30% de sua capacidade de reter dióxido de carbono (CO2), um dos principais gases de efeito estufa. Se for mantida a atual política, que favorece ou até mesmo promove o desflorestamento e a degradação das áreas remanescentes, essa capacidade pode zerar até o final da próxima década, com a Amazônia deixando de ser um sumidouro para se tornar um emissor de carbono.

Leia mais »

Nova marca do Programa Carbono Neutro Idesam (PCN) inaugura fase mais estratégica na redução de impactos ambientais

A nova identidade visual vem com uma proposta mais moderna para a comunicação com parceiros e empresas. 

Leia mais »

Uso insustentável de espécies silvestres ameaça oferta de alimentos e geração de renda, dizem cientistas

Bilhões de pessoas tanto em países desenvolvidos como em desenvolvimento dependem de espécies silvestres de plantas e animais para alimentação, saúde, energia, geração de renda e recreação, entre outras finalidades. Muitas dessas espécies, contudo, estão em declínio, ameaçadas pela exploração excessiva e pelo comércio ilegal, entre outras práticas que têm agravado a crise global da perda de biodiversidade.

Foto: MPF – Postada em: FAPESP

Leia mais »

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com