Yanomamis liberam servidores retidos em Roraima

Servidores da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) em Roraima, que estavam retidos na região de Surucucu, em Alto Alegre, Norte de Roraima, desde domingo, já foram liberados e começaram a deixar a região hoje (18). Os servidores estavam sob a guarda de índios Yanomami, que protestavam contra a morte de duas crianças indígenas.

Leia mais »

Yanomamis protestam pela morte de crianças e apreendem aeronaves usadas por profissionais de saúde

Índios Yanomami apreenderam três aeronaves a serviço da Sesai – Secretaria Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde. A ação é um protesto pela morte de duas crianças indígenas. 

Leia mais »

Índios Yanomami impedem a saída de profissionais de saúde em aldeia

O Ministério da Saúde confirmou nesta segunda-feira (17) que 21 servidores, além de quatro pilotos, foram impedidos por índios Yanomami de retornar à base e estão em uma aldeia na região de Surucucu, município de Alto Alegre, no norte de Roraima.

Leia mais »

Indígenas da Amazônia têm dores frequentes, mas não reclamam

Estudo feito com três etnias verificou que, por considerarem o processo natural e não uma anormalidade, não há o costume de reclamar.

Estudo feito com três etnias na divisa do Brasil com Peru e Colômbia verificou que apesar de 77% sentirem dores não há o costume de reclamar, por considerarem o processo natural e não uma anormalidade – Foto: Eliseth Leão via Agência Fapesp

Leia mais »

Eliminação da Oncocercose entre os povos Yanomami e Ye’Kuana

A oncocercose é uma doença parasitária crônica decorrente da infecção produzida pelo nematódeo Onchocerca volvulus, que se localiza no tecido subcutâneo das pessoas atingidas. Também é chamada de “cegueira dos rios” ou “mal do garimpeiro”. 

Leia mais »

Exército apoia campanha de vacinação contra sarampo em Manaus

O Exército está nas ruas de Manaus para ajudar na campanha de vacinação contra o sarampo neste fim de semana. O Comando Militar da Amazônia (CMA) informou que apoia a campanha no bairro Jorge Teixeira, escolhido por ser um dos mais populosos da capital, pela grande quantidade de ocorrências da doença e pelas dificuldades logísticas. Na última quarta-feira (18), traficantes impediram o acesso de agentes de saúde ao bairro.  

Leia mais »

USP pesquisa malária onde a doença mais ocorre no Brasil

Instituto de Ciências Biomédicas faz pesquisas em Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul (Acre), cidades campeãs de malária no País.

Prevalência da malária em Mâncio Lima, no Acre, está sendo observada a partir da coleta de sangue dos moradores – Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

Leia mais »

DSEI Alto Rio Solimões fala sobre o serviços de emergência indígena SAMUSI

Além das ambulanchas, Distrito conta com mais 52 embarcações para prestação de assistência à saúde nas 229 aldeias da região.

Os quase 70 mil indígenas que vivem na área de abrangência do Distrito Sanitário Especial Indígena Alto Rio Solimões (DSEI ARS) estão contando com o SAMUSI -Serviço de Atendimento Móvel de Urgência da Saúde Indígena, o primeiro no país.

Leia mais »