Parna Campos Amazônicos sedia 2ª edição do XFire

Entre os dias 14 a 22 de maio, o Parque Nacional dos Campos Amazônicos (RO/AM/TO) recebeu o segunda edição do Intercâmbio Nacional de Manejo Integrado do Fogo (XFire), evento organizado pela Coordenação de Prevenção e Combate a Incêndios (COIN) do ICMBio.

Evento contou com a participação de servidores do ICMBio, especialistas do IBAMA, bombeiros, indígenas e pesquisadores de universidades. (Foto: Ueslei Pedro)

Leia mais »

Ibama controla número recorde de focos de calor em RR

O Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) do Ibama controlou na segunda metade de abril incêndios florestais que atingiam as terras indígenas São Marcos, Raposa Serra do Sol, Araçá, Serra da Moça, Tabalascada, Malacacheta e Canauanim, que totalizam cerca de 2,5 milhões de hectares em Roraima.

Operação Roraima Verde – Foto: Ibama

Leia mais »

Focos de incêndio em Roraima estão controlados

Estão controlados os incêndios florestais que atingiam 7 terras indígenas em Roraima. São elas: São Marcos, Raposa Serra do Sol, Araçá, Serra da Moça, Tabalascada, Malacacheta e Canauanim.

Leia mais »

Governo vai contratar mais de mil brigadistas

Eles vão atuar na prevenção e combate ao fogo em unidades de conservação do ICMBio, órgão do MMA. Contratos variam de 6 meses a dois anos. Veja como participar do processo seletivo.

Brigadistas fazem treinamento no Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros – Crédito: Fernando Tatagiba/ICMBio

Leia mais »

Tecnologia inédita para combater incêndios florestais

O governo federal adotará este ano um instrumento inédito para enfrentar a temporada de incêndios florestais, que normalmente começa entre os meses de junho e julho e segue até novembro na maior parte do país.

Mesmo em áreas mais remotas, unidades móveis permitem contato com as brigadas em campo – Crédito: Rubens Freitas

Leia mais »

UCs ganham carros e equipamentos contra incêndios florestais

Iniciativa busca estruturar as unidades de conservação federais para enfrentar a temporada de fogo, que todos os anos começa entre julho e agosto.

Além das UCs, os carros e equipamentos serão destinados a centros de pesquisa e coordenações regionais do ICMBio – Crédito: Gabriel Schulz/ICMBio

Leia mais »

Comunidades e instituições buscam soluções para reduzir as queimadas no Pará

Reduzir os impactos do uso do fogo em áreas de conservação e construir um sistema de alerta a incêndios que tenha o protagonismo das comunidades locais são os objetivos de um novo projeto que chega à região do Tapajós.

Evitar os pequenos incêndios no interior da floresta estão na mira do trabalho – Foto: Jos Barlow

Leia mais »

Número de incêndios florestais é o menor em 20 anos

Inpe registra mais baixo índice de focos de calor para o mês de outubro desde o início da série histórica em 1998. Ações do Ibama e ICMBio foram decisivas para redução das queimadas.

Reunião do Prevfogo com gestores dos estados: balanço das ações deste ano e preparação para 2019 Reunião do Prevfogo com gestores dos estados: balanço das ações deste ano e preparação para 2019

Leia mais »

Aumentam os incêndios florestais fomentados pela seca na bacia amazônica, elevando a liberação de CO2

Foto Reprodução/iStock By Getty Images)

A crescente seca na Amazônia é, agora, a maior causa do aumento de incêndios florestais, o que prejudicará os esforços brasileiros em reduzir emissões de gases de efeito estufa somente com a limitação do desmatamento, de acordo com um novo estudo publicado na Nature Communications.

Leia mais »

Série revela a nova realidade das queimadas na Amazônia

O Brasil está queimando. Prova disso é o número recorde de incêndios no ano passado, de acordo com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, o INPE: foram 275.120 incêndios em todo o país no ano passado, a maior parte deles concentrados na Amazônia (132.297).

Leia mais »

Fogo volta a destruir parte da Terra Indígena Arariboia, no Maranhão

O fogo voltou a atingir parte da Terra Indígena Araribóia, no sudoeste do Maranhão. Localizada em uma área de transição do Cerrado para a Floresta Amazônica, extremamente vulnerável a incêndios, a reserva de 413 mil hectares vem registrando focos de incêndios quase diários ao longo dos últimos meses. Segundo a Fundação Nacional do Índio (Funai), cerca de 12 mil indígenas das etnias Guajajara e Awá-Guajá vivem na área, muitos em situação de isolamento voluntário.

Leia mais »