Rio+20 – Só haverá desenvolvimento sustentável com participação da sociedade civil, diz embaixador na CMMC

16 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho
O embaixador André Correa do Lago, diretor do Departamento do Meio Ambiente e Temas Especiais do Ministério das Relações Exteriores, disse que o desenvolvimento sustentável “só pode ser paradigma efetivo do desenvolvimento futuro se a sociedade civil tiver o interesse, o entusiasmo e as ações para que isto possa acontecer”. Em audiência pública na Comissão Mista Permanente sobre Mudanças Climáticas (CMMC), nesta quarta-feira (16), o parlamentar afirmou que “o desenvolvimento sustentável não pode ser imposto pelos governos: tem que contar com a participação da sociedade civil e tem que contar igualmente com estrutura multilateral para assegurar o equilíbrio entre os diversos países”, já que muitos deles não têm condições econômicas de desenvolver autonomamente este processo. Leia mais »

DF – Agronegócio pode ser sustentável sem desmatamento, diz professor da USP

16 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

O professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da USP Marcos Fava Neves reforçou que o Brasil tem espaço para ampliar o agronegócio sem precisar desmatar. Ele avalia que, até 2020, o País será o maior produtor mundial de alimentos a partir de uma agricultura sustentável. Durante audiência pública da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural para debater os impactos e desdobramentos do novo Código Florestal Brasileiro, Neves enfatizou que é um desserviço fomentar a oposição entre ruralistas e ambientalistas no debate sobre o Código Florestal. Leia mais »

DF – Parlamentares ligados à agricultura defendem Código Florestal

16 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

A defesa do Código Florestal aprovado pelo Congresso no último mês dominou os debates na Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural nesta quarta-feira. A maioria dos parlamentares questionou a legitimidade do Movimento “Veta, Dilma”, que, pelas redes sociais, pede o veto total ao código. Leia mais »

Rio+20 – Agenda de Eventos

16 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

A Coordenação da Conferência das Nações Unidas Sobre Desenvolvimento Sustentável – Rio+20 – está divulgando a previsão dos eventos que serão realizados. Detalhes dos eventos podem ser obtidos e atualizados acessando o site http://www.onu.org.br/rio20/ . 

A Fundação para o Ecodesenvolvimento da Amazônia – ECOAMAZÔNIA – tem divulgado neste espaço eventos precursores da Rio+20 e opiniões de diversos segmentos que acompanham e debatem os temas relacionados com o desenvolvimento sustentável dos diversos agrupamentos humanos. Tem-se buscado dar uma ampla visão do que vem a ser o “Desenvolvimento Sustentável” de um grupo humano, seja nas grandes metrópoles, seja no meio rural, ou ainda em comunidades tradicionais.

Pessoas e entidades interessadas em divulgar suas ideias sobre a Rio+20 podem entrar em contato com a ECOAMAZÔNIA via email: jaime@ecoamazonia.org.br ou contato@ecoamazonia.org.br

Leia mais »

AM – Rio Negro tem novo recorde e ultrapassa cheia de 2009 – Nivel da água chegou a 29,78 metros, um centímetro a mais que há três anos

16 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

O rio Negro, em Manaus, superou nesta quarta-feira a cheia histórica registrada em 2009 ao atingir nível de 29,78 m, superando em 1cm o recorde anterior de 29,77 m. A maioria dos picos da cheia acontece no mês de junho, 19% em julho e apenas 6% em maio, de acordo com dados do Serviço Geológico do Brasil (CPRM). É a maior cheia em 110 anos, desde quando começou a ser feita a medição no porto de Manaus, em 1902.

Antes de 2009, o recorde de cheia foi registrado em junho de 1953, quando o rio Negro atingiu 26,69 metros. Na avaliação do chefe de Hidrologia do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Daniel Oliveira, as cheias são fenômenos naturais e ocorrem em maior ou menor magnitude devido a precipitação que ocorre em toda a bacia hidrográfica. “No caso de 2009 e deste ano, tivemos o fenômeno La Niña, que provocou maiores precipitações na Amazônia”.

Mais de 10 mil famílias, em 11 bairros de Manaus, foram atingidas pela subida do nível do Negro. Entre os locais mais afetados está o centro da cidade, incluindo o prédio da Receita Federal e a alfândega portuária, onde um trecho da avenida Eduardo Ribeiro foi fechado pelo instituto de trânsito municipal, e bairros como Raiz, Educandos e Glória.

FONTE : http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/am/2012-05-16/rio-negro-tem-novo-recorde-e-ultrapassa-cheia-de-2009.html

BIODIVERSIDADE – Pesquisa avalia importância do tema para oito países

16 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

Menos de 20% de 8 mil pessoas entrevistadas em várias partes do mundo pela organização suíça União para BioComércio Ético (UEBT) já ouviram falar sobre a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), que será realizada de 13 a 22 de junho no Rio de Janeiro. Apenas 6% das pessoas ouvidas no Brasil, na França, Alemanha, Índia, no Peru, na Suíça, no Reino Unido e nos Estados Unidos demonstraram saber do que trata o evento. Leia mais »

AM – Procuradores da República aderem à nota de repúdio ao novo Código Florestal

16 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

O documento, que já conta com mais de 50 assinaturas de membros do MPF em todo o País, considera a aprovação do novo Código Florestal pela Câmara dos Deputados um “inaceitável retrocesso” e destaca que o projeto aprovado “atende primordialmente aos interesses econômicos de parcela da população. Leia mais »

AC – Incra reassenta mais 11 famílias de “brasivianos” no PDS Porto Carlos em Brasileia

16 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

Mais 11 famílias de trabalhadores rurais brasileiros que habitavam a faixa de fronteira dentro da Bolívia foram repatriados para o lado brasileiro neste último fim de semana, para serem assentados pela Superintendência Regional do Incra no Acre no Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS) Porto Carlos, que fica às margens da BR-317, no quilômetro 67 da estrada do Pacífico, sentido Brasileia/Assis Brasil. Leia mais »

AC – Situação continua indefinida na fronteira do Brasil com a Bolívia

15 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

O Embaixador do Brasil na Bolívia, Marcel Biato, esteve no último final de semana em visita aos municípios de Capixaba e Plácido de Castro, na fronteira do Acre com a Bolívia, para se inteirar do episódio envolvendo homens do Exército Boliviano e produtores rurais que moram na região de fronteira, em território boliviano.

Antes de vir ao Brasil, Marcel Biato participou de uma reunião no Consulado Brasileiro em Cobija, Capital do Pando, com o Secretário de Segurança Pública do Acre, Reni Graebner, o secretário adjunto de segurança Pública, Ermício Sena, cônsul, funcionários e advogada do consulado. Leia mais »

DF – Câmara aprova MP que altera limite de oito áreas ambientais

15 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

O Plenário aprovou nesta terça-feira (15) a Medida Provisória 558/12, que altera os limites de oito unidades federais de conservação nas regiões Norte e Centro-Oeste para resolver problemas agrários e viabilizar legalmente usinas hidrelétricas que inundarão partes das reservas. A MP foi aprovada na forma do projeto de lei de conversão do relator, deputado Zé Geraldo (PT-PA), e será votada ainda pelo Senado. Leia mais »

Plenário da Câmara dos Deputados encerra discussão de MP que altera limite de áreas ambientais

15 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

O Plenário encerrou a discussão da Medida Provisória 558/12, que altera os limites de sete unidades federais de conservação nas regiões Norte e Centro-Oeste para resolver problemas agrários e viabilizar legalmente usinas hidrelétricas que inundarão partes das reservas.

Os deputados votarão os pressupostos constitucionais de relevância e urgência e, em seguida, analisarão o mérito do texto.

A Medida Provisória 558/12 dispõe sobre alterações nos limites dos Parques Nacionais da Amazônia, dos Campos Amazônicos e Mapinguari, das Florestas Nacionais de Itaituba I, Itaituba II e do Crepori e da Área de Proteção Ambiental do Tapajós, e dá outras providências

FONTE: Agência Câmara de Notícias

Rio+20 – Novo Canal para a Participação dos Brasileiros

15 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

Os brasileiros que desejem contribuir com as discussões sobre desenvolvimento sustentável, tema da conferência Rio+20, que a Organização das Nações Unidas (ONU) realiza no Rio de Janeiro em junho, pode enviar textos, fotos ou vídeos para o site http://www.ofuturoquenosqueremos.org.br. Leia mais »

Criação de Áreas de Preservação Permanente (APPs)

15 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável realiza audiência pública hoje para discutir a criação de áreas de preservação permanente (APPs) em todos os países que participarão da Conferência das Nações Unidas Sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), que ocorrerá no Rio de Janeiro em junho. Leia mais »

Inovação para a Sustentabilidade

15 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

Rico em recursos naturais, o Brasil poderá tornar-se líder na chamada bioeconomia, disse nesta terça-feira (15) o diretor de Inovação da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Paulo Mól Junior. Mas para isso, alertou, o país deverá facilitar o acesso de pesquisadores ao seu vasto patrimônio genético, a partir do qual poderão ser fabricados novos tipos de fármacos, cosméticos e alimentos. Leia mais »

MA – Floresta de carvão e violência

15 de Maio de 2012  - Jaime de Agostinho

Às vésperas da Rio +20, Brasil continua exportando destruição: cadeia de produção do aço ainda deixa um rastro de ilegalidades na Amazônia.

Desmatamento, invasão de terras indígenas e trabalho escravo. Foi contra esse cenário que o Greenpeace protestou hoje (14/05/2012): a 20 quilômetros da costa de São Luís (MA), ativistas escalaram e bloquearam a âncora de um navio que estava prestes a receber toneladas de ferro gusa que seriam levadas aos Estados Unidos, com um banner escrito “Dilma, desliga a motosserra”. Largamente exportado para aquele país, onde vira aço para a fabricação de carros, o ferro gusa carrega destruição e violência em sua cadeia de produção. As evidências estão no relatório “Carvoaria Amazônia”, divulgado hoje pelo Greenpeace. Leia mais »