MPF requisita do Ibama dados técnicos que embasaram mudança na vazão do rio Xingu (PA)

Após recusar estudos da Norte Energia, órgão mudou repentinamente de posição e autorizou a empresa a desviar mais água para Belo Monte

Imagem: Secom/MPF

Leia mais »

Belo Monte, la electricidad o la vida en la Amazonia de Brasil

La lucha de los jurunas ganó fuerza gracias a una nueva evaluación del gubernamental Instituto Brasileño de Medio Ambiente (Ibama) en diciembre de 2019 que reconoce que la escasa agua liberada por la hidroeléctrica no asegura “la reproducción de la vida” en el ecosistema de la Volta Grande ni “la sobrevivencia de las poblaciones residentes”.

Foto: Marcos Corrêa/PR-Agência Brasil

Leia mais »

MPF recomenda suspensão imediata de expedição da Funai em área de indígenas isolados no Pará

Presidente da autarquia tem prazo de 24 horas para responder à recomendação, enviada no domingo (29)

Arte: Secom/MPF

Leia mais »

Justiça reconhece interferência nos modos de vida dos indígenas afetados por Belo Monte e ordena mudanças

Decisão atende pedidos do MPF em ação judicial de 2015 que apontou ação etnocida da Norte Energia

Arte: Ascom/MPF/AM

Leia mais »

Norte Energia deixa desprotegidas terras indígenas afetadas por Belo Monte e pode ser multada em R$ 1,3 bilhão

Empresa descumpriu licenciamento e acordo judicial que previa construção de bases de proteção para impedir invasões de terras indígenas. Região tem as terras mais invadidas do país

Fotos em mosaico da ocupação dos indígenas na usina de belo monte
Cenas da ocupação indígena das obras da hidrelétrica de Belo Monte em outubro de 2012 (Fotos: Movimento Xingu Vivo Para Sempre/xinguvivo.org.br

Leia mais »

Garimpo ilegal na Amazônia ameaça romper maior linhão de energia do País

Empresa responsável por rede de Belo Monte diz que atividade irregular pode derrubar torres e provocar apagão de dimensão nacional; para Aneel, manutenção da obra é ‘obrigação contratual da concessionária’

Leia mais »

Pesquisa revela mar na Bacia do Amazonas há aproximadamente 410 milhões de anos

Os fósseis, que revelaram uma paisagem surpreendente para a região do Xingu, onde hoje se encontra a Usina Hidrelétrica de Belo Monte, estão abrigados no Museu Paraense Emílio Goeldi.

Acervo COCTE: Acervo paleontológico da Coordenação de Ciências da Terra e Ecologia do Museu Paraense Emílio Goeldi (Belém – PA).

Leia mais »

Justiça Federal determina liberação de recursos para combate à Covid-19 na Região do Xingu

A Região do Xingu, no Pará, afetada pela usina hidrelétrica de Belo Monte, deve receber cerca de 6 milhões de reais para iniciativas de combate à Covid-19, após decisão da Justiça Federal.

Leia mais »

MPs e Defensorias pedem à Justiça liberação de R$ 6 milhões do PDRS para combate à covid-19 no Xingu (PA)

PDRS tem R$ 215 milhões mas, por falta de disposição, governo federal não quer usar nem 3% desse valor no enfrentamento à pandemia

Arte: Ascom/PRRJ
Arte: Ascom/PRRJ

Leia mais »

O “eu te avisei” sobre Belo Monte

Desde o início dos estudos da terceira maior hidrelétrica do mundo, organizações, ativistas e ambientalistas denunciaram os impactos que o meio ambiente e as comunidades tradicionais sofreriam.

A barragem, chamada de Belo Monstro pelas famílias expulsas de suas casas, terras e ilhas, hoje se impõe na paisagem cortando o Xingu
A barragem, chamada de Belo Monstro pelas famílias expulsas de suas casas, terras e ilhas, hoje se impõe na paisagem cortando o Xingu
Leia mais »

MPF requisita plano de segurança alimentar para indígenas atingidos por Belo Monte, enquanto durar a pandemia de covid-19

Recomendação foi enviada à Funai, Dsei e Norte Energia, para que ação coordenada comece no prazo máximo de cinco dias

Arte com fundo verde escuro e desenhos de motivos indígenas. Está escrito a palava indígenas ao centro, na cor branca
Arte: Secom/PGR

  Leia mais »

Belo Monte descumpriu promessa de levar desenvolvimento sustentável à região amazônica

Em um intervalo de pouco mais de 40 anos, Altamira, no sudoeste do Pará, foi cenário de duas grandes obras de infraestrutura. A primeira foi a construção da rodovia Transamazônica, entre 1971 e 1973, e a segunda, a usina hidrelétrica de Belo Monte, na bacia do Rio Xingu, iniciada em 2011.

Belo Monte descumpriu promessa de levar desenvolvimento sustentável à região amazônica Construção da usina contribuiu para o aumento do custo de vida e da energia elétrica para a população de Altamira, no Pará, além de agravar problemas nos sistemas de habitação e de água e saneamento, aponta estudo apoiado pela FAPESP (foto: Guillaume Leturcq)

Leia mais »

MPF recomenda correção da licença de Belo Monte para preservar a vida na Volta Grande do Xingu (PA)

Técnicos do Ibama nunca atestaram viabilidade do desvio de água feito pela usina no trecho de 100 km do rio onde vivem comunidades indígenas e ribeirinhas. Cientistas apontam grave risco.

Leia mais »

MPF pede ação urgente da Polícia Federal para evitar ataque de pistoleiros aos indígenas Xikrin em Altamira (PA)

Invasores estão fortemente armados e ameaçam atacar a aldeia Rap-Ko, na Terra Indígena Trincheira-Bacajá, um dos territórios atingidos por Belo Monte.

Terra Indígena Trincheira- Bacajá, do povo Xikrin, enfrenta invasões de madeireiros e grileiros. Foto: Helena Palmquist/Ascom/MPF-PA

Leia mais »