Hidrelétrica de Santo Antônio, no Rio Madeira, vai pagar R$ 2 mi a reassentados

10 de Fevereiro de 2018  - Jaime de Agostinho

A Hidrelétrica Santo Antônio, em Rondônia, vai pagar um total de  R$ 2,160 milhões  às famílias atingidas pela construção do empreendimento e que foram remanejadas para o assentamento Morrinhos, distante 60 quilômetros de Porto Velho.

Leia mais »

Terras indígenas em Rondônia estão sendo loteadas por grileiros, acusa MPF

10 de Fevereiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Terras indígenas no norte de Rondônia estão sendo loteadas por grileiros e madeireiros ilegais. De acordo com o Ministério Público Federal, as áreas mais afetadas são as terras do povo Uru-Eu-Wau-Wau e do povo Karipuna.

Leia mais »

Batalhão reforça ações de combate a crimes contra o meio ambiente em Rondônia

7 de Fevereiro de 2018  - Jaime de Agostinho

O Batalhão de Policia Ambiental (BPA) intensificou a fiscalização nos rios e nas feiras livres do estado para combater a pesca, transporte e comércio irregular de peixes, e avisa que quem for flagrado capturando ou comercializando o pescado sofrerá as penalidades cabíveis determinadas pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam).

Leia mais »

Divisas e Fronteiras da Amazônia

6 de Fevereiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Uma das postagens mais acessada do site www.amazonia.org.br é Região onde fazem divisa os Estados do Amazonas, Rondônia e Acre é o faroeste brasileiro, diz pastoral na maioria das vezes contendo dúvidas sobre limites dos estados e fronteiras do Brasil.

Leia mais »

Rio Madeira ultrapassou os 20 metros nas regiões do Abunã e Mutum

17 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Empresários no Acre estão estocando produtos, por conta da cheia do Rio Madeira.

Leia mais »

Na área controlada pela Usina de Jirau, Madeira recua e diminuiu risco de enchente

17 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Comandante do Corpo de Bombeiros do Acre acredita que vazante esteja ligada a Usina de Jirau.

O nível das águas do Rio Madeira no perímetro urbano de Porto Velho recuou. De 13,98 metros, caiu para 13,59 metros em pouco mais de 48 horas. A cota de alerta é de 14 metros – e a de transbordamento 16,68 metros.

Leia mais »

Acre cobra ações do governo federal para evitar isolamento com cheia do Rio Madeira

15 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Em coletiva de imprensa na tarde da sexta-feira, 12, a governadora em exercício Nazareth Araújo informou sobre o monitoramento que o governo do Estado tem feito diante da cheia do Rio Madeira e o risco de inundação da BR-364.

Leia mais »

Imagens aéreas mostram a dimensão da cheia que atinge a BR-364, em Rondônia, no sentido Acre

14 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Imagens aéreas, realizadas por drone nesta quarta-feira (10) e disponibilizadas ao RONDONIAGORA pelo internauta Rafael Dias, mostram a dimensão da cheia de trecho rondoniense da BR-364, na antiga localidade Mutum Paraná, a cerca de 200 quilômetros no sentido Acre. 

WWW.HOJERONDONIA.COM

Leia mais »

Enchente no Madeira provoca erosão em trecho da BR-364 que liga Rondônia ao Acre

12 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Um vídeo gravado por um internauta mostra a lateral da estrada desmoronando devido a subida das águas. O trecho é onde era localizada Mutum-Paraná, uma vila que desapareceu depois da construção da usina.

Leia mais »

Cooperativa indígena desafia máfia de alimentos na Amazônia

4 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Uma cooperativa agrícola de uma pequena aldeia indígena na Amazônia desafia as máfias que controlaram há décadas a exploração e comercialização de alimentos na região.

Leia mais »

Justiça Federal suspende licenças autorizadas por Amazonino para garimpo no rio Madeira

21 de dezembro de 2017  - Jaime de Agostinho

Em outra ação, MPF denunciou 25 garimpeiros por crimes ambientais e dano ao patrimônio público pela operação Ouro Fino.

A Justiça Federal suspendeu nesta terça-feira (19) as Licenças de Operação Ambiental (LOA´s) das cooperativas de garimpo no Rio Madeira concedidas há uma semana pelo governador do Amazonas, Amazonino Mendes (PDT). A decisão da juíza federal Mara Elisa Andrade atendeu, em regime de urgência, uma ação civil pública ingressada pelo procurador da República, Aldo de Campos Costa (leia a decisão na íntegra). 

Leia mais »

Desmatamento em áreas protegidas escala violência contra indígenas

4 de dezembro de 2017  - Jaime de Agostinho

“Os invasores estão marcando território, querem ocupar e levar nossa terra”, relata líder do povo Karipuna; com 40 integrantes, grupo corre risco de genocídio em Rondônia.

Com suas únicas espingardas penduradas sobre os ombros, dois indígenas caminham silenciosamente pelas suas terras na Floresta Amazônica, buscando atividades ilegais. Eles dizem que, desde 2015, seu território – onde vivem com cerca de 40 outros Karipuna no estado de Rondônia, no noroeste do Brasil – tem sido cada vez mais alvo de madeireiros ilegais e camponeses.

Leia mais »

Funai iniciará processo fundiário das terras do povo Wajuru, em Rondônia

10 de novembro de 2017  - Jaime de Agostinho

O presidente da Funai, Franklimberg de Freitas, recebeu nessa terça-feira (7) a visita de representantes dos povos Wajuru e Sakurabiat, acompanhados por membros do Ministério Público Federal (MPF) de Ji-Paraná (RO) e da 6ª Câmara, para tratar da reivindicação fundiária do povo Wajuru, localizada no município de Alta Floresta D’oeste, no Estado de Rondônia. 

Leia mais »

RO – Após recomendação do MPF, professores indígenas aprovados em concurso público são convocados

1 de novembro de 2017  - Jaime de Agostinho

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) de Rondônia publicou nessa segunda-feira (30) convocações para perícia médica e posse dos indígenas aprovados no concurso público para professor nível “A” (educação infantil e do 1º ao 5º ano), professor nível “B” (Ciências da Sociedade Intercultural – 6º ao 9º ano e ensino médio), professor nível especial (sabedor indígena) e técnico educacional nível 1.

Leia mais »

Prêmio Educador do Ano vai para professora de aldeia indígena de Rondônia

31 de outubro de 2017  - Jaime de Agostinho

Elisângela Dell-Armelina Suruí, de 38 anos, foi premiada por seu projeto de alfabetização na língua indígena Paiter Suruí em Cacoal. 

Elisângela Dell-Armelina Suruí, de 38 anos, foi premiada por seu projeto de alfabetização na língua indígena Paiter Suruí em Cacoal. (Foto: Carol Moreno / G1)