Cerimônia marca início de projeto que irá beneficiar mais de 100 famílias que moram em comunidades ribeirinhas da Amazônia

No último dia 28, aconteceu na sede do Instituto Mamirauá, a solenidade de abertura do projeto “Arranjo de Tecnologias Sociais de abastecimento de água para comunidades ribeirinhas da Amazônia”. O projeto do Instituto Mamirauá, que foi finalista em 2020 do Desafio Transforma! da Fundação Banco do Brasil, levará acesso à água de qualidade para mais de 300 pessoas na região do Médio Solimões.

© João Paulo Borges Pedro / Instituto Mamirauá

Leia mais »

Cheia do Amazonas deixa patamar de inundação severa

Processo de vazante do rio Negro avança e maior cheia da história de 119 anos em Manaus baixou nesta sexta-feira para nível menos crítico

Processo de vazante do rio Negro avança trazendo alívio para região central de Manaus – Postada em: CPRM

Leia mais »

Meio milhão de ribeirinhos sofrem com fome após enchente histórica de rios no Amazonas

Desde maio, quando os rios Negros e Solimões registraram alta recorde, comunidades isoladas passaram a sobreviver com doações de comida e insumos contra a covid-19

Leia mais »

Rio Negro atinge os 30,02m em Manaus, mas subida não apresenta indícios de repiquete

Depois de estabilizar por cerca de 8 dias na marca histórica de 30 metros, e registrar a descida de um centímetro, o nível do rio Negro voltou a subir três centímetros em Manaus (AM) . Nesta quarta-feira (16), o rio atingiu os 30,02m, superando mais uma vez em 2021 o recorde de 119 anos.

Áreas alagadas no Centro de Manaus na maior cheia em 119 anosÁreas alagadas no Centro de Manaus na maior cheia em 119 anos – Postada em: CPRM

Leia mais »

Cheia histórica: Rio Negro mantém estabilidade aos 30 metros em Manaus

Desde o mês de abril, os rios registram cota de inundação severa ao longo de toda a bacia amazônica. Com a estabilização dos rios, a previsão de cota máxima de 30 metros do Serviço Geológico do Brasil para a cheia de 2021 em Manaus deve ser confirmada.

Foto aérea com drone de áreas inundadas no centro de Manaus. O levantamento foi realizado pelo SGB-CPRM em parceria com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente – Postada em: CPRM

Leia mais »

Nível do Rio Negro deve começar a baixar nas próximas semanas

Após ultrapassar a cota de inundação severa, estipulada em 29 metros, e atingir a marca histórica de 29,97 metros registrada em 2012, o nível do Rio Negro, no Amazonas, deve começar a baixar nas próximas semanas. Mesmo assim, os efeitos da cheia do rio ainda serão sentidos por algum tempo, principalmente em Manaus, onde 15 bairros foram diretamente afetados.

Encontro das águas dos rios Negro e Solimões, em Manaus. – Arquivo Marcelo Camargo Agência Brasil

Leia mais »

Chuvas deixam Amazonas em estado de atenção – Defesa Civil diz que 13 cidades decretaram emergência

As chuvas que atingem parte da Região Norte do Brasil  continuam causando a elevação do nível dos rios que cortam o estado do Amazonas, mantendo a população e as autoridades de várias cidades em estado de atenção.

Por Agência Amazonas – Postada em Agência Brasil

Leia mais »

Cheia de rios no Amazonas provoca perdas financeiras para agricultores

A cheia dos rios no Amazonas já provocou prejuízos e perdas financeiras para os agricultores em 15 municípios do Estado. As produções agrícolas mais afetadas ficam nas regiões dos rios Purus, Juruá, Madeira e médio Solimões.

Leia mais »

Manaus terá em 2021 a sétima cheia severa em dez anos, aponta pesquisador do Inpa

Este ano a cheia deve ultrapassar a cota de emergência do Rio Negro em Manaus de 29 m, de acordo com previsão de cheia baseada em diferentes modelos, sustentando a previsão oficial já divulgada pelo Serviço Geológico do Brasil

Jochen Schöngart – Acervo INPA

Leia mais »