MPF denuncia casal acusado de manter 19 moradores de rua em trabalho análogo ao escravo (Atualizada)

O Ministério Público Federal (MPF) encaminhou à Justiça Federal em Rondônia denúncia contra dois homens e uma mulher pelas práticas de aliciamento de trabalhadores e redução de pessoas à condição análoga à de escravo, em Porto Velho (RO) e na Bolívia. Dione Chaves Sousa (Jhony) e Maria Irismar Lago de Lima são acusados de submeter 19 trabalhadores a condições degradantes, na extração de castanhas em terras bolivianas. Já o pastor Sidnei Joaquim da Silva foi denunciado por ajudar o casal no aliciamento dessas pessoas. A ação penal é resultado de investigações realizadas no âmbito da Operação Finis Messi, deflagrada em novembro de 2021.

Arte: Secom/MPF

Leia mais »

Polícia Federal realiza Operação contra comercialização ilegal de diamantes de terras indígenas

Operação cumpre 7 Mandados de Busca e Apreensão, em Guajará-Mirim e Ariquemes.

Foto postada em: Polícia Federal DPF

Leia mais »

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com