ESPECIAL: Em Roraima, cursos ajudam a preservar línguas indígenas

Desde 2009, cerca de 2 mil alunos foram certificados nos estudos das línguas macuxi e wapichana. “Esse foi um espaço para o meu reconhecimento, para valorizar a minha própria identidade”, diz aluna e professora de wapichana, diz Jama Perry, professora de wapichana.

Leia mais »

Juiz rejeita ‘extinção’ de Pacaraima e Uiramutã

A possibilidade de ‘extinção’ dos municípios de Pacaraima e Uiramutã foram rejeitada conforme decisão de ontem, 30, do juiz federal Helder Girão Barreto, da 1ª Vara da Justiça Federal em Roraima.

Leia mais »

Índios rechaçam mudanças na Funai e preparam carta para Bolsonaro na Raposa Serra do Sol, em RR

Em assembleia, líderes indígenas que representam cerca de 25 mil nativos se reúnem para debater mudanças do novo governo.

Leia mais »

Lideranças indígenas reagem às mudanças nas demarcações anunciadas por Bolsonaro

Presidente assinou MP que tira a atribuição da Funai de demarcação de terras indígenas e passou para Ministério da Agricultura.

Leia mais »

Fogo na Amazônia

A geopolítica é madrasta da Amazônia. Mesmo antes de existir, como fonte de uma visão contemporânea de mundo, teorias conspirativas ou fabulistas caracterizaram uma maneira de encarar a região.

Raposa Serra do Sol (RR) – Comunidade Tamanduá (Foto: Wilson Dias/ABr)

Leia mais »

Bolsonaro: STF tem de acordar para rever homologação de terra indígena – Para ele, Raposa Serra do Sol precisa ser explorada com racionalidade

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, deixou hoje (18) a cargo do Supremo Tribunal Federal (STF) a atribuição de rever a demarcação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima.

Leia mais »

Bolsonaro sugere exploração “racional” da Raposa Serra do Sol

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse hoje (17) que a Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, pode ser explorada e que as tribos indígenas receberiam royalties por isso.

Leia mais »

Uma “Lava-Jato” ambiental e indígena

Ao aceitar o convite para assumir o Ministério da Justiça e da Segurança Pública (MJSP), o juiz federal Sérgio Moro afirmou que pretende usar o modelo da Operação Lava-Jato contra o crime organizado.

Leia mais »

Indígenas Macuxi são recebidos pelo Papa Francisco

A anciã Macuxi, Bernaldia José Pedro, conhecida como “Vovó Bernaldina”, da comunidade indígena Maturuca, Terra Indígena Raposa Serra do Sol, extremo norte da Amazônia brasileira no estado de Roraima, e o artista indígena contemporâneo Jaider Esbell,  se encontraram com o Papa Francisco na manhã desta quarta-feira (7), em Roma, durante a Audiência Geral na Praça São Pedro.

“É como estar diante de coisas realmente sagradas”, disse Jaider Esbell depois de se reunir com o Santo Padre.

Leia mais »

Segunda etapa da vacinação contra febre aftosa começa hoje

Começa hoje (1º), na maior parte dos estados brasileiros, a segunda fase da campanha de vacinação contra a febre aftosa. Nesta etapa, serão imunizados animais com até 24 meses. Apenas Acre, Espírito Santo, Paraná e parte de Roraima (reservas indígenas Raposa Serra do Sol e São Marcos) vão vacinar todo o rebanho (jovens e adultos).

Leia mais »

Desenvolvimento sustentável para Roraima – Jaime de Agostinho

O Prof. Dr. Jaime de Agostinho, Presidente da Fundação Ecoamazônia, concedeu, em 13 de jun de 2018, uma entrevista para os professores Roberto Câmara e Luiz Henrique Pacobahyba, na Rádio Universitária, da Universidade Federal de Roraima – UFRR.  

Leia mais »

Aldeias indígenas se mobilizam para Eleições 2018 – Funai entrevista Joênia Wapichana

As comunidades indígenas estão cada vez mais integradas ao processo democrático brasileiro. Nas Eleições de 2018, a Terra Indígena Maxakali, recebeu uma seção eleitoral pela segunda vez na sua história. Boa parte dos cerca de dois mil maxakalis compareceu às urnas: na aldeia Pradinho, votaram 220 dos 250 eleitores registrados. Já na aldeia Água Boa, participaram 297 dos 365 indígenas aptos a votar. As aldeias ficam respectivamente nos municípios de Bertópolis e Santa Helena de Minas.

Leia mais »

Roraima: crise e oportunidade para corrigir um erro estratégico

A séria crise de segurança pública, sanitária e humanitária deflagrada em Roraima pela enxurrada de refugiados venezuelanos que têm se dirigido ao estado fronteiriço, agravada nas últimas semanas, proporciona uma singular oportunidade de reflexão sobre o erro estratégico cometido por sucessivos governos brasileiros desde a década de 1990, sobre o desenvolvimento daquela unidade da Federação.  

Leia mais »