Desde 2018, mais de 38 mil venezuelanos deixaram Roraima rumo a outros estados brasileiros

Desde 2018, mais de 38 mil venezuelanos foram interiorizados de Roraima para mais de 570 municípios de 26 estados brasileiros e o Distrito Federal. Esses são resultados da Estratégia de Interiorização da Operação Acolhida, que conta com o apoio da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) e outras agências das Nações Unidas e da sociedade civil.

Família venezuelana interiorizada chega à cidade de destino. Foto: Brunno Covello/ACNUR

Leia mais »

Interesse Público fala sobre a criação de protocolo de consulta prévia do povo Warao

Edição inédita do IP vai ao ar às 20h desta sexta-feira (31), na TV Justiça. Também é transmitida ao longo da semana por emissoras parceiras espalhadas pelo Brasil e pode ser vista, ainda, no canal do MPF no YouTube

Arte retangular com os dizeres: protocolo belém eku warao jakotai avitu tuma
Foto: Divulgação/IP

Leia mais »

Bolívar tiene 1.684 puntos de minería ilegal en cuencas de cuatro ríos

Esta destrucción del ecosistema fue promovido por el Estado, luego que aprobaran la explotación de minerales en ríos como el Caura, Cuchivero, Aro, Yuruari, Cuyuní y Caroní en abril de este año.

Em Roraima, venezuelanos voluntários ajudam a manter refugiados e migrantes seguros da COVID-19

Dar vida e cor ao abrigo em que mora é o que dá mais alegria ao venezuelano Juan Batista Ramos, de 69 anos. Assim como ele, outros 480 refugiados e migrantes abrigados em Roraima encontraram no trabalho comunitário uma forma de contribuir para os locais que eles chamam temporariamente de casa.

Jennimar distribui refeições no maior abrigo de Roraima, o Rondon 3. Foto: ACNUR/Lucas Novaes

Leia mais »

Após morte de 19 refugiados por Covid-19, Acnur amplia assistência no Brasil

Nove vítimas fatais da doença eram indígenas venezuelanos; agência da ONU para Refugiados diz que ainda se desconhece total de casos; Roraima, Pará e Amazonas estão entre os mais afetados pela pandemia; somente no Amazonas, foram registrados 94 mil casos e 3 mil mortes pela Covid-19.

© Unicef/Yareidy Perdomo – Em Embratel, na Boa Vista, crianças lavam as mãos em estação instalada com apoio da ONU

Leia mais »

Mais da metade dos indígenas venezuelanos no Brasil já recebeu apoio do ACNUR

Monitoramento feito pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) revela que dos 5 mil indígenas venezuelanos registrados no Brasil, cerca de 2,3 mil foram beneficiados com kits de higiene, limpeza, cozinha, entre outros itens, em Roraima, Amazonas e Pará.

Nas cidades de Boa Vista e Pacaraima (RR), mais de 1,4 mil indígenas estão em abrigos da Operação Acolhida com apoio do ACNUR. Em Belém e Manaus, em parceria com as prefeituras das cidades, outros 776 estão abrigados.

Indígenas Warao em Manaus participam de projeto de rádio comunitária. Foto: ACNUR/Felipe Irnaldo
Indígenas Warao em Manaus participam de projeto de rádio comunitária. Foto: ACNUR/Felipe Irnaldo

Leia mais »

Novo abrigo aprimora acolhimento de refugiados e migrantes indígenas venezuelanos em Manaus

Para aprimorar o acolhimento de indígenas venezuelanos da etnia Warao na capital do estado do Amazonas, a Prefeitura de Manaus, com apoio de agências das Nações Unidas, inaugurou na terça-feira (14) um novo abrigo na região do Tarumã-Açu, zona oeste da cidade.

FOTO: ONU

Leia mais »

Relatório lista série de violações por criminosos em minas de ouro da Venezuela

Documento ressalta “altos índices de violência”, espancamentos e assassinatos de trabalhadores de mineração na região de Arco Minero del Orinoco; testemunhas relataram casos de “punições, tiros na mão e corpos sendo jogados em valas”; ONU diz que autoridades venezuelanas têm que intervir imediatamente.

Foto: ONU/ Jean-Marc Ferré
Comitê de Direitos Humanos, em Genebra, publicou relatório sobre violações

Leia mais »

Venezuelana atua no combate ao coronavírus em abrigo de refugiados no Brasil

A venezuelana Ismenia tem 46 anos e mora em Rondon 1, abrigo em Boa Vista apoiado pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR). Ismenia teve câncer de tireoide e deixou a Venezuela por não conseguir encontrar tratamento médico adequado. Sem opção, ela também deixou para trás o marido, filhos e a carreira como enfermeira.

A venezuelana Ismenia trabalha diariamente para garantir a proteção da população que vive no abrigo Rondon 1, em Boa Vista – Foto: Tainanda Soares/ACNUR

Leia mais »

Mães Yanomami imploram pelos corpos de seus bebês

A indignidade com que os indígenas são tratados na pandemia de covid-19 abriu um novo e pavoroso capítulo de violação dos direitos dos povos originários pelo Estado brasileiro

Crianças do povo Sanöma, que vive na Terra Indígena Yanomami, na fronteira do Brasil com a Venezuela.
Crianças do povo Sanöma, que vive na Terra Indígena Yanomami, na fronteira do Brasil com a Venezuela. SÍLVIA GUIMARÃES / ARQUIVO PESSOAL
Leia mais »

Área de Cuidados recebe os primeiros pacientes para tratamento da COVID-19

Boa Vista (RR) – No dia 19 de junho, a “Área de Cuidados” recebeu o primeiro paciente da COVID-19 em Boa Vista. Construída para atender somente pessoas em situação de risco pela doença, a unidade hospitalar que conta, inicialmente, com 80 leitos, abriga atualmente 42 pacientes, sendo quatro deles indígenas.

Refugiados venezuelanos recebem atendimento humanitário no Brasil

Boa Vista (RR), 20/06/2020 – Neste sábado, 20 de junho, é comemorado o Dia Mundial do Refugiado. A data, celebrada oficialmente desde 2001, lembra aqueles que, por perseguições políticas, étnicas, raciais ou para fugirem de regiões em conflito, são obrigados a deixar seus países de origem.

MD_NOTICIAS_20200620_NOT02_F00.jpeg

Leia mais »

OIM apoia prefeitura de Manaus no acolhimento seguro de indígenas venezuelanos

Neste momento de pandemia, a Organização Internacional para as Migrações (OIM) em Manaus está apoiando a Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) a manter os indígenas Warao protegidos contra os riscos da COVID-19. Alimentação, doação de itens de higiene e apoio técnico estão entre as ações realizadas.

OIM apoia a prefeitura de Manaus no acolhimento seguro de indígenas venezuelanos. Foto: OIM

Leia mais »

OIM lança estudo que discute políticas de médio prazo para indígenas venezuelanos no Brasil

Para contribuir com a construção de alternativas de políticas públicas para os indígenas venezuelanos, a Organização Internacional para as Migrações (OIM) lança na quarta-feira (10), em evento virtual, o estudo “Soluções duradouras para indígenas migrantes e refugiados no contexto do fluxo venezuelano no Brasil”.

Indígenas venezuelanos da etnia warao e eñepas em abrigo em Boa Vista, Roraima. Foto: OIM
Indígenas venezuelanos da etnia warao e eñepas em abrigo em Boa Vista, Roraima. Foto: OIM

Leia mais »

ACNUR: 65% dos indígenas venezuelanos no Brasil são solicitantes de refúgio

A primeira edição do Relatório de Atividades para Populações Indígenas da Agência da ONU para Refugiados (ACNUR),  referente a março,  aponta que aproximadamente 5 mil refugiados e migrantes indígenas  foram  registrados em território brasileiro.  Desde 2018, o ACNUR registra a entrada no Brasil de indígenas vindos da Venezuela.

Funcionária do ACNUR durante sessão informativa com indígenas da etnia Pemon. Foto: ACNUR/Rafael Levy

Leia mais »