Olhares sobre as Políticas de Proteção aos Povos Indígenas Isolados e de Recente Contato

O Centro de Trabalho Indigenista, em parceira com a Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB) e com a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), realiza, em Brasília, o encontro internacional “Olhares sobre as Políticas de Proteção aos Povos Indígenas Isolados e de Recente Contato”.  

Leia mais »

Balanço das atividades realizadas pelo Projeto Proteção Etnoambiental de Povos Indígenas Isolados na Amazônia Brasileira

O Projeto “Proteção Etnoambiental de Povos Indígenas Isolados e de Recente Contato na Amazônia Brasileira” promove ações voltadas para o fortalecimento da integridade territorial e da biodiversidade das áreas com a presença desses povos na Amazônia Brasileira. A seguir apresentaremos um breve resumo das principais ações realizadas ao longo do ano de 2016.

Leia mais »

Centro de Trabalho Indigenista – CTI

O CTI foi criado por jovens antropólogos no início de 1979, período que marca a transição do regime militar (1964-1986) para a democracia no Brasil. Setores da sociedade civil que atuavam junto aos movimentos sociais passaram a se organizar institucionalmente buscando intervir na política governamental vigente.

Leia mais »

Povos Indígenas – Uma onda de tribos isoladas da Amazônia sai em busca de socorro

“Contra o petróleo, [os anticapitalistas] criaram a figura do nativo selvagem não conectado; ou seja, desconhecido mas presumível, por isso milhões de hectares não devem ser explorados, e o petróleo peruano deve ficar debaixo da terra enquanto se paga no mundo 90 dólares por barril”, proclamou em 2007 o então presidente do Peru, Alan García. No mesmo ano, o presidente da estatal PeruPetro, Daniel Saba, foi ainda além: “É absurdo dizer que existem não contatados quando ninguém os viu”. 

Leia mais »

Plataforma digital debate o isolamento de povos indígenas – CTI

Boletim Povos Isolados na Amazônia, produzido pelo Centro de Trabalho Indigenista, tem por objetivo trazer a público informações, desafios e demais questões que cercam os grupos isolados em toda a floresta amazônica.

Leia mais »

A atuação do CTI e as políticas de proteção aos isolados

Com a finalidade de divulgar amplamente as notícias que circulam nas principais mídias do Brasil, Peru e demais países sobre as políticas de proteção e promoção dos direitos dos povos indígenas isolados na Amazônia e outros assuntos relacionados ao tema, o Centro de Trabalho Indigenista desenvolveu mensalmente, desde 2008, o Boletim digital ‘Povos Isolados na Fronteira Brasil-Peru’

Leia mais »

Nuevo boletín sobre pueblos en aislamiento – CTI

Compartimos el boletín correspondiente al mes de setiembre que edita el Centro de Trabajo Indigenista (CTI), dedicado a los pueblos en aislamiento asentados entre la frontera de Brasil y Perú, y otros que viven en regiones fronterizas de América del Sur. El boletín contiene artículos de reflexión en español y portugués de diferentes medios y también de instituciones que trabajan sobre temas indígenas. 

Leia mais »

Perú: Inician contacto “controlado” con indígenas en aislamiento como decisión de Estado

Foto: FENAMAD

A pesar que la Comisión Interamericana de Derechos Humanos (CIDH) recomienda el respeto del principio de no contacto, el Ministerio de Cultura informó el jueves 16 acerca del inicio de un “plan de contacto controlado” con los grupos indígenas de la etnia Mashco Piro en el departamento de Madre de Dios. 

Leia mais »

Nuevo boletín sobre pueblos en aislamiento – CTI

Compartimos el boletín correspondiente al mes de mayo que edita el Centro de Trabajo Indigenista (CTI), dedicado a los pueblos en aislamiento asentados entre la frontera de Brasil y Perú, y otros que viven en regiones fronterizas de América del Sur. El boletín contiene artículos de reflexión en español y portugués de diferentes medios y también de instituciones que trabajan sobre temas indígenas.

Leia mais »

Presidente Ollanta Humala: “A morte dos indígenas nos envergonha como sociedade”

A declaração foi feita pelo Presidente do Peru, Ollanta Humala Tasso, que determinou a abertura de investigações sobre a morte de quatro Ashaninka, assassinados na região de fronteira com o Brasil. A suspeita é de que as mortes dos índios Edwin Chota Valera, Leoncio Quinticima Melendez, Jorge Rios Perez, e Francisco Pinedo, estejam relacionadas à ação de madeireiros ilegais na região. 

Leia mais »

Líder Ashaninka diz que novo grupo de índios isolados apareceu em aldeia do Acre

Os índios Ashaninka da aldeia Simpatia, o lugar onde ocorreu no final de junho o primeiro contato com povos isolados na fronteira do Acre com o Peru, registraram a presença de um novo grupo de indígenas de etnia ainda desconhecida na noite do último dia 18. Em entrevista por um telefone público da aldeia na última quarta-feira (20), o líder Ashaninka Fernando Kampa disse à agência Amazônia Real que o grupo andou pela aldeia e pelas roças, mas não se aproximou ou falou com alguma pessoa da aldeia.

Leia mais »

Más indígenas aislados emergen en Brasil huyendo de ataques en Perú

Varias semanas después de que siete indígenas aislados emergieran junto al límite fronterizo entre Brasil y Perú, más indígenas no contactados han establecido su primer contacto con agentes del Gobierno brasileño. Denuncian que huían de ataques en Perú.

Perú recibe críticas por no proteger a sus ciudadanos más vulnerables.

Leia mais »

El riesgo de acercarse a la ‘civilización’

1407877547_876804_1407877568_noticia_normal

En el primer contacto, el 27 de junio, ellos eran siete hombres y mujeres que sujetaban flechas. También llevaban una escopeta y hablaban una lengua desconocida en aquella región amazónica, en el Estado del Acre, cerca de la frontera de Brasil con Perú. Vieron un barco de la Fundación Nacional del Indígena (Funai), se acercaron y gesticularon. Los trabajadores les observaron y se fueron. Según las directrices de la institución, deben aproximarse a pueblos aislados en la selva solo cuando están en riesgo los indígenas.

Leia mais »

AC – Pressões territoriais forçam índios isolados a estabelecer contato

Um grupo indígena de etnia ainda não identificada estabeleceu em junho o primeiro contato com funcionários da Fundação Nacional do Índio (Funai) e com índios Ashaninka, na Aldeia Simpatia, da Terra Indígena Kampa e Isolados do Alto Envira, na fronteira do Acre com o Peru. O grupo, que recebeu destaque da revista Science, pode ser apenas um de vários outros da região que devem sair da “condição de anonimato” nos próximos anos.      Leia mais »

AC – Em novo vídeo, índios isolados cantam e imitam pássaros

Blog da Amazônia obteve com exclusividade um novo vídeo, gravado no final da tarde do dia 29 de junho de 2014, quando um povo indígena isolado estabeleceu o primeiro contato com indígenas da etnia ashaninka e servidores da Fundação Nacional do Índio (Funai), na Aldeia Simpatia da Terra Indígena Kampa e Isolados do Alto Rio Envira, no Estado do Acre, na região de fronteira do Brasil com o Peru.  Leia mais »