Mães Yanomami imploram pelos corpos de seus bebês

A indignidade com que os indígenas são tratados na pandemia de covid-19 abriu um novo e pavoroso capítulo de violação dos direitos dos povos originários pelo Estado brasileiro

Crianças do povo Sanöma, que vive na Terra Indígena Yanomami, na fronteira do Brasil com a Venezuela.
Crianças do povo Sanöma, que vive na Terra Indígena Yanomami, na fronteira do Brasil com a Venezuela. SÍLVIA GUIMARÃES / ARQUIVO PESSOAL
Leia mais »

Saúde Yanomami denuncia à PF conflito entre indígenas e garimpeiros em Roraima

Júnior Hekuari Yanomami, presidente do Condisi-Y, diz que houve ao menos duas mortes de indígenas.

Imagem de avião destruído, no dia 19 de junho, no território (Foto de Amazônia Latitute/2020)

Leia mais »

Terras Indígenas na Amazônia são as Áreas de Proteção que mais sofrem pressão por desmatamento, revela Imazon

De acordo com o Imazon, das dez Áreas Protegidas que mais sofreram pressão por desmatamento, cinco são Terras Indígenas. A TI Yanomami (RR/AM) foi o maior alvo dos criminosos responsáveis pela destruição ilegal da floresta.

Leia mais »

Covid-19: TRF1 determina reativação de bases de proteção etnoambientais na TI Yanomami

A decisão prevê ações de fiscalização e repressão ao garimpo ilegal

Foto mostra pernas de indígenas pintadas, vestidas com saias de palha
Foto: iStock

Leia mais »

Ação interministerial de saúde na fronteira com Colômbia e Venezuela atende 375 indígenas em 5 dias

São Gabriel da Cachoeira (AM), 12/06/2020 – Terminou na quinta-feira (11) a ação interministerial de assistência à saúde nas comunidades indígenas do município de São Gabriel da Cachoeira, no noroeste do Estado do Amazonas. A região é conhecida como a Cabeça do Cachorro e fica na tríplice fronteira Brasil, Colômbia e Venezuela. Durante cinco dias, foram atendidos 375 indígenas de 13 etnias diferentes e realizados 456 testes rápidos de Covid-19. A ação teve início em 7 de junho e contemplou as comunidades Maturacá, Querari e Iauaretê.

Leia mais »

Brigada apoia ações cívico-sociais em Comunidades Indígenas da região do Alto Rio Negro

A primeira comunidade indígena visitada foi Maturacá, localizada próximo ao Pico da Neblina, nos dias 7 e 8 de junho. Em Maturacá situa-se o 5º PEF  a 140 Km, em linha reta, de São Gabriel da Cachoeira.

Crédito: 2ª Bda Inf Sl

Ribeirinhos do Arquipélago de Marajó serão beneficiados com 16 mil cestas básicas

Brasília (DF), 09/06/2020 – Ribeirinhos do arquipélago do Marajó, no Estado do Pará, vão receber 16 mil cestas básicas entre 15 e 20 de junho. A carga foi embarcada por militares da Marinha e do Exército no Navio Auxiliar “Pará” e segue para o destino.

A iniciativa partiu do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), dentro do Programa “Abrace o Marajó”, desencadeando a Operação Pão da Vida, que, na sua primeira fase, entregará 8 mil cestas básicas nos municípios de Afuá e Chaves, ambos no Pará. Essa Operação vai beneficiar diversas outras localidades marajoaras ao longo dos meses de junho, julho e agosto de 2020.

MD_NOTICIAS_20200609_NOT03_F04.jpeg

Leia mais »

Coronavírus: O que podemos aprender com um xamã da Amazônia? Parte 5: A força da cura

Como foi constatado anteriormente, a força de cura de um xamã depende dos xapiris que dançam para ele, sendo que a presença desses seres espirituais depende das condições favoráveis do meio ambiente na floresta.


A ilustração deste artigo é a partir de imagem da Amazônia Real

Leia mais »

Ibama combate atividades associadas ao garimpo ilegal em Roraima

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) concluiu, nesta sexta-feira (5) a Operação Uraricoera/Mucajaí, que buscou combater crimes ambientais na Terra Indígena Yanomami e na região da Flona Roraima.

Forças Armadas viabilizam operação interministerial de apoio a comunidades indígenas em locais de difícil acesso

A operação interministerial do Governo Federal, destinada a prestar apoio de saúde às populações indígenas da região do Alto Rio Negro, no Amazonas, teve as suas primeiras atividades no domingo (7).

20200608_viabiliziam.jpg
Leia mais »

Desmatamento na Amazônia cresce 22% neste ano, aponta sistema do Inpe

Segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em apenas dez meses, os alertas de desmate da Amazônia já respondem por 92% do observado nos 12 meses anteriores.

(Foto: Divulgação/Ibama)

Leia mais »

Morte por Covid-19 sobe para 4 entre Yanomami, diz organização indígena

A maioria dos indígenas contraiu a doença dentro da casa de saúde, em Boa Vista, e no território, que está invadido por mais de 20 mil garimpeiros.

Imagem do atendimento de saúde aos indígenas Yanomami do Pólo Base Kayanau (Foto Dsei-Y)

Leia mais »

MPF vai ao TRF1 para garantir plano emergencial de combate à covid-19 na TI Yanomami

Atualmente mais de 20 mil garimpeiros atuam clandestinamente na região e colocam em risco a vida de indígenas isolados e de recém-contato

MPF vai ao TRF1 para garantir plano emergencial de combate à covid-19 na TI Yanomami

Leia mais »

Coronavírus: O que podemos aprender com um xamã da Amazônia? Parte 4: Os seres que protegem o mundo

Yãkoanari – o primeiro filho de Omama que se tornou o primeiro xamã, quando o pai preparou o pó da yãkoana e deu para ele beber (aspirar) –, é o pai dos xapiri e é considerado “um antepassado de verdade, um espírito muito poderoso. Nas palavras dos brancos, é o dono da yãkoana” (p. 136).

Leia mais »

Brasil exportou 29 toneladas de ouro em 2020 e parte dela extraída em garimpos ilegais na Amazônia, estimulada pelo preço do ouro no mercado internacional

A falta de controle sobre a cadeia econômica do ouro e diminuição na fiscalização incentivam o aumento da extração ilegal na floresta, mostra estudo divulgado pelo Escolhas

Leia mais »