Paragominas: Barragem rompe na madrugada e deixa mortos e desaparecidos

13 de Abril de 2018  - Jaime de Agostinho

A Prefeitura Municipal de Paragominas confirmou em nota divulgada agora pouco a morte de duas crianças em decorrência da tragédia que pegou os moradores do município de surpresa nesta madrugada (12). Há relatos de que uma barragem tenha se rompido em decorrência das fortes chuvas, causando o transbordamento do Rio Uraim e alagamentos em toda a cidade.

Leia mais »

Rio Madeira ultrapassa cota de alerta e está a 30 cm dos 17 metros em Porto Velho

2 de Abril de 2018  - Jaime de Agostinho

Foto: Rondoniagora

O Rio Madeira em Porto Velho teve acentuada subida neste final de semana e registra em média 16,74 metros, ultrapassando a cota de alerta que é 16,68 metros, segundo dados da Agência Nacional de Águas (ANA). Na região de Jacy-Paraná, a medição chegou a 21, 87 metros.

Leia mais »

Cheia do rio Negro sem impactos em Manaus, aponta previsão de pesquisador do Inpa

23 de Março de 2018  - Jaime de Agostinho

“É sempre importante acompanhar e monitorar daqui pra frente o comportamento do nível da água”, diz Schongart.  A média histórica do Rio Negro é de 27,87 metros com base nos dados que se tem desde 1903.

Leia mais »

TO – Indígenas devem ser resgatados de aldeia após cheia no rio Formoso

16 de Março de 2018  - Jaime de Agostinho

Água invadiu algumas casas nas aldeias (Foto: Divulgação/Defensoria Pública)

Cerca de 40 indígenas estão ilhados em aldeia na região da Ilha do Bananal. Operação contará com apoio do Exército e grupo deve ser levado para ginásio de esportes em Lagoa da Confusão.

Leia mais »

Nível do Rio Madeira baixa mais de 40 centímetros, mas Defesa Civil continua em alerta

11 de Março de 2018  - Jaime de Agostinho

Já é possível perceber o recuo do rio (Foto: Uil Cavalcante/RONDONIAGORA)

Após ultrapassar o nível de 16,30 metros, o que obrigou da Defesa Civil de Porto Velho a criar a Sala de Situação, o Rio Madeira vem apresentando gradativa redução e na manhã desta sexta-feira (8) chegou à cota 15,89 metros. A redução já é superior a 40 centímetros e, praticamente, confirma que não há riscos de grandes enchentes neste ano.

Leia mais »

Nível do Rio Madeira deve chegar a 17,10 metros, afirma Defesa Civil

26 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

O Rio Madeira deve continuar subindo até a cota de 17,10 metros, segundo estimativa do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) divulgados pela Defesa Civil de Porto Velho nesta quinta-feira (25) durante apresentação do plano de contingência para enchente 2018 do rio.

Leia mais »

Acre cobra R$ 300 milhões da Usina de Jirau por danos causados durante a cheia do Rio Madeira

23 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Indenização pedida é devido a danos causados ao Estado durante a cheia do rio em 2014.

O calculo faz referência aos prejuízos provocados há quatro anos, quando o rio Madeira alagou a BR-364 – única rodovia que liga por terra o Acre ao resto do Brasil. O alagamento deixou o estado isolado por mais de 30 dias.

Leia mais »

Nível do Rio Madeira sobe, e Porto Velho entra em estado de alerta

23 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Em 2014, capital de Rondônia enfrentou maior cheia da série histórica, com a cota do Madeira em 19,74m Medeiros/Divulgação/Prefeitura de Porto Velho

A Defesa Civil de Porto Velho decretou estado de alerta após a elevação da cota do Rio Madeira. Na sexta-feira (19), a cota atingiu 14,55m. Nesta segunda-feira (22), após as chuvas do fim de semana, o nível do rio chegou a 14,78m. Cerca de mil famílias estão em áreas consideradas de risco, localizadas em diferentes bairros da capital de Rondônia.

Leia mais »

Rio Madeira ultrapassou os 20 metros nas regiões do Abunã e Mutum

17 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Empresários no Acre estão estocando produtos, por conta da cheia do Rio Madeira.

Leia mais »

Na área controlada pela Usina de Jirau, Madeira recua e diminuiu risco de enchente

17 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Comandante do Corpo de Bombeiros do Acre acredita que vazante esteja ligada a Usina de Jirau.

O nível das águas do Rio Madeira no perímetro urbano de Porto Velho recuou. De 13,98 metros, caiu para 13,59 metros em pouco mais de 48 horas. A cota de alerta é de 14 metros – e a de transbordamento 16,68 metros.

Leia mais »

Acre cobra ações do governo federal para evitar isolamento com cheia do Rio Madeira

15 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Em coletiva de imprensa na tarde da sexta-feira, 12, a governadora em exercício Nazareth Araújo informou sobre o monitoramento que o governo do Estado tem feito diante da cheia do Rio Madeira e o risco de inundação da BR-364.

Leia mais »

Rio Acre atinge cota de alerta, mas já apresenta sinais de vazante

14 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

O nível das águas do Rio Acre ultrapassou em 4 centímetros a cota de alerta, que é de 13,50 metros, na medição realizada às 6 horas deste sábado, de acordo com dados da Defesa Civil do Estado. Porém, na medição feita às 9 horas foi registrado os primeiros sinais de vazante e o nível da água baixou para 13,51 metros. 

Leia mais »

Imagens aéreas mostram a dimensão da cheia que atinge a BR-364, em Rondônia, no sentido Acre

14 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Imagens aéreas, realizadas por drone nesta quarta-feira (10) e disponibilizadas ao RONDONIAGORA pelo internauta Rafael Dias, mostram a dimensão da cheia de trecho rondoniense da BR-364, na antiga localidade Mutum Paraná, a cerca de 200 quilômetros no sentido Acre. 

WWW.HOJERONDONIA.COM

Leia mais »

Rio Acre ultrapassa cota de alerta na manhã deste sábado, em Rio Branco

14 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

A medição do Rio Acre realizada pela Defesa Civil às 6h da manhã aponta que o manancial ultrapassou a cota de alerta e esta com 13,54 metros em Rio Branco na manhã deste sábado, 13. Na capital acreana choveu 1,4mm nas últimas 24 horas.

Rio Acre – Foto: Fagner Delgado – ac24horas.com

Leia mais »

Enchente no Madeira provoca erosão em trecho da BR-364 que liga Rondônia ao Acre

12 de Janeiro de 2018  - Jaime de Agostinho

Um vídeo gravado por um internauta mostra a lateral da estrada desmoronando devido a subida das águas. O trecho é onde era localizada Mutum-Paraná, uma vila que desapareceu depois da construção da usina.

Leia mais »