Câmara dos Deputados – Comissão aprova estatuto que regula atividade de comunidades extrativistas

22 de novembro de 2017  - Jaime de Agostinho

A proposta define população extrativista como aquela que ocupa e usa territórios e recursos naturais, utilizando conhecimentos e práticas transmitidos pela tradição.

Leia mais »

Regularização fundiária é concedida a comunidades tradicionais de três reservas extrativistas do interior do AM

28 de outubro de 2017  - Jaime de Agostinho

Comunidades assinaram os termos de Concessão de Direito Real de Uso (CDRU), em processos de regularização mediados pelo MPF.

Leia mais »

Em Carajás, jaborandi gera saúde e renda

27 de outubro de 2017  - Jaime de Agostinho

Manejo da planta, de cujas folhas se extrai a pilocarpina, princípio ativo do colírio para glaucoma, maior causa de cegueira do mundo, garante o sustento de muitas famílias na floresta nacional, no Pará.

Leia mais »

Siete países debatirán sobre el extractivismo en América Latina

26 de outubro de 2017  - Jaime de Agostinho

Representantes de Uruguay, Chile, Ecuador, Brasil, El Salvador, Colombia y Perú se reunirán para analizar y debatir sobre el extractivismo en América Latina. La cita es el 26 de octubre. El ingreso es libre.

Leia mais »

Pesquisa possibilita controlar a contaminação de castanhas-do-pará por micotoxinas

8 de julho de 2017  - Jaime de Agostinho

A castanha-do-brasil, conhecida popularmente como castanha-do-pará, pode ser altamente suscetível à contaminação por micotoxinas (substâncias tóxicas produzidas por fungos), desde o momento em que cai no solo na floresta amazônica, ao despencar da castanheira (Bertholettia excelsa), até chegar ao consumidor. 

Leia mais »

Extrativistas têm R$ 8 mi em subsídios

13 de junho de 2017  - Jaime de Agostinho

Ministro destaca importância da política de preços mínimos para produtos da biodiversidade. Coco babaçu teve reajuste após dois anos.Até dezembro de 2017, extrativistas de produtos florestais como açaí, andiroba, babaçu, baru, borracha natural, cacau, carnaúba, castanha-do-brasil, juçara, macaúba, mangaba e pequi podem acessar o montante de R$ 8 milhões em subvenções econômicas, disponibilizadas pela Política de Garantia de Preços Mínimos para Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio), executada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Leia mais »

Eventos sobre cupuaçu mobilizam produtores em Roraima

21 de Maio de 2017  - Jaime de Agostinho
Dois eventos técnicos sobre a cultura do cupuaçu, ambos promovidos pela Embrapa Roraima, mobilizaram mais de 200 participantes entre produtores, engenheiros agrônomos, técnicos agrícolas e estudantes no município de Rorainópolis, sul do estado. O Curso ‘Manejo da cultura do cupuaçuzeiro’ e o Dia de Campo ‘Boas práticas agrícolas para o cultivo do cupuaçuzeiro e manejo da vassoura-de-bruxa’ aconteceram nos dias 16 e 17 de maio e tiveram por objetivo divulgar os trabalhos realizados pela Embrapa visando o fortalecimento da cadeia do cupuaçu em Roraima.

Leia mais »

Direto da Amazônia, livro revela como a castanha-do-pará ganhou o mundo

7 de Abril de 2017  - Jaime de Agostinho

A Castanha do Pará na Amazônia – Entre o Extrativismo e a Domesticação

Castanha-do-brasil, noz amazônica, tocari e tururi. São muitos os nomes da árvore e semente que conhecemos em geral como castanha-do-pará. Desde a chegada dos europeus à América do Sul, a árvore da família botânica Lecythidaceae, nativa da floresta amazônica, é mencionada e descrita em relatos de viajantes, religiosos e naturalistas.

Leia mais »

Promotora abre investigação para apurar decreto da Assembleia em MT que reduziu os limites da reserva extrativista Guariba-Roosevelt

27 de Março de 2017  - Jaime de Agostinho

A promotora de Justiça Ana Luiza Ávila Peterlini, da 15ª Promotoria de Justiça Cível de Defesa do Meio Ambiente Natural, determinou a instauração de inquérito civil para investigar um decreto da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (AL-MT) que reduziu os limites da reserva extrativista Guariba-Roosevelt, localizada nos municípios de Aripuanã e Colniza. O decreto da AL-MT foi feito em 21 de dezembro passado.

Leia mais »

Extrativistas dão exemplo de conservação

25 de Fevereiro de 2017  - Jaime de Agostinho

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico (Pronatec) Bolsa Verde, do Ministério da Educação em parceria com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), completa três anos em 2017. Na Reserva Extrativista do Cazumbá-Iracema, no município de Sena Madureira, no Acre, mais de 350 pessoas concluíram 15 cursos em 2016. 

Leia mais »

Sociedade discute clima e florestas

4 de Fevereiro de 2017  - Jaime de Agostinho

Ministério do Meio Ambiente realiza oficina para analisar formas de garantir benefícios socioambientais na implementação do REDD+. 

Comunidade Terra Nova (Resex do Rio Unini) – Josângela Jesus/ Programa Arpa

Leia mais »

AC – Extrativistas monitoraram produção de castanhas-do-brasil na Reserva Cazumbá-Iracema

3 de Fevereiro de 2017  - Jaime de Agostinho

A coleta de castanha-do-brasil, ou castanha-do-pará, começa agora, em fevereiro, na Reserva Extrativista Cazumbá-Iracema, em Sena Madureira (AC) e a partir desse ano terá um diferencial: os extrativistas estão monitorando a produção dos castanhais.

Leia mais »

Rondônia se destaca na produção de urucum

27 de dezembro de 2016  - Jaime de Agostinho

A agricultura familiar de Rondônia é conhecida pelas produções de leite, café e peixe. Mas um outro produto vem “roubando” a cena no estado: o urucum, corante natural mais famoso do planeta. E nessa área, o município de Cabixi, a 640 quilômetros da capital, Porto Velho, se destaca. Ele tem a segunda maior agroindústria do corante no Brasil, perdendo apenas para São Paulo.
  Leia mais »

Pesquisa retrata importância econômica da castanha-do-brasil

7 de dezembro de 2016  - Jaime de Agostinho

Estudo do Imaflora analisou a cadeia de produção e comercialização da castanha.

O Nossa Terra desta terça-feira (6) repercutiu o estudo “Panorama nacional da cadeia de valor da Castanha-do-Brasil“, elaborado pelo Instituto de Manejo e Certificação Florestal Agrícola (Imaflora). A pesquisa, que durou quase dois anos, retrata a atual importância econômica da castanha-do-brasil para as comunidades extrativistas da Amazônia e para a sociedade como um todo. Para tratar do assunto, o programa conversou com a engenheira florestal do Imaflora, Patrícia Cota Gomes.   

O estudo apresenta dados da produção à comercialização da castanha, identificando as dificuldades e as vantagens dessa cadeia. Segundo a pesquisa, a castanha-do-brasil pode ser considerada a chave para o desenvolvimento sustentável da Amazônia.
 
De acordo com Patrícia Gomes, a castanha é o terceiro produto extrativista de maior importância no Brasil e conta que, segundo estimativas, dois milhôes de pessoas na Amazônia estão envolvidas na cadeia de produção do alimento.
 
Saiba mais no player acima.

FONTE: EBC

Oficina de capacitação promove o fortalecimento da produção de açaí no território do Marajó

4 de dezembro de 2016  - Jaime de Agostinho

Mais uma oficina em Manejo de Açaizais de Várzea aconteceu nos dias 23 e 24 de novembro de 2016, no município de Afuá (PA), localizado no arquipélago do Marajó, estado do Pará. A oficina faz parte de uma série de treinamentos organizados pelo Projeto Bem Diverso, que é executado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF). A iniciativa visa a conservação da biodiversidade com a utilização sustentável das florestas pelas populações tradicionais. A oficina que foi ministrada pelo pesquisador Silas Mochiutti da Embrapa Amapá, também contou com o apoio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater-PA) e da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, da Prelazia do Marajó. 

Leia mais »