MPF denuncia casal acusado de manter 19 moradores de rua em trabalho análogo ao escravo (Atualizada)

O Ministério Público Federal (MPF) encaminhou à Justiça Federal em Rondônia denúncia contra dois homens e uma mulher pelas práticas de aliciamento de trabalhadores e redução de pessoas à condição análoga à de escravo, em Porto Velho (RO) e na Bolívia. Dione Chaves Sousa (Jhony) e Maria Irismar Lago de Lima são acusados de submeter 19 trabalhadores a condições degradantes, na extração de castanhas em terras bolivianas. Já o pastor Sidnei Joaquim da Silva foi denunciado por ajudar o casal no aliciamento dessas pessoas. A ação penal é resultado de investigações realizadas no âmbito da Operação Finis Messi, deflagrada em novembro de 2021.

Arte: Secom/MPF

Leia mais »

Entenda como a cadeia da castanha estimula a economia e ajuda na conservação da Amazônia

Além de fomentar a economia regional, produto ajuda no desenvolvimento sustentável do ecossistema. Castanha ocupa segundo lugar do ranking dos produtos não madeireiros mais extraídos da região Norte, aponta IBGE.

Castanha-da-amazônia — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Leia mais »

Extrativistas terão galpões individuais para armazenar castanha-do-brasil

Mauricilia Silva - Galpão desenvolvido pelos profissionais da Embrapa

Galpão desenvolvido pelos profissionais da Embrapa

Os integrantes da Associação dos Pequenos Produtores Rurais e Extrativistas Wilson Pinheiro II (Epitaciolândia, AC) vão ter armazéns individuais para melhorar a qualidade da castanha-do-brasil, também conhecida como castanha-do-pará. 

Leia mais »

Geotecnologias ajudam coletores de castanha a traçar rotas na Floresta Amazônica

– Foto: Lucio Cavalcanti

Coletores de castanha-do-brasil (castanha-do-pará, castanha-da-amazônia) e de outros produtos extraídos da Floresta Amazônica poderão contar com geotecnologia para traçar o melhor percurso pela mata e assim economizar tempo e esforço. Pesquisadores da Embrapa Amazônia Ocidental (AM), em parceria com a Universidade Federal de Viçosa (UFV) e a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), desenvolveram uma metodologia para a otimização do traçado de trilhas que dão acesso a produtos florestais não madeireiros.

Leia mais »

Geotecnologias ajudam coletores de castanha a traçar rotas na Floresta Amazônica

Foto: Siglia Souza

Coletores de castanha-do-brasil (castanha-do-pará, castanha-da-amazônia) e de outros produtos extraídos da Floresta Amazônica poderão contar com geotecnologia para traçar o melhor percurso pela mata e assim economizar tempo e esforço. Pesquisadores da Embrapa Amazônia Ocidental (AM), em parceria com a Universidade Federal de Viçosa (UFV) e a Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ), desenvolveram uma metodologia para a otimização do traçado de trilhas que dão acesso a produtos florestais não madeireiros.

Leia mais »

Pesquisa possibilita controlar a contaminação de castanhas-do-pará por micotoxinas

A castanha-do-brasil, conhecida popularmente como castanha-do-pará, pode ser altamente suscetível à contaminação por micotoxinas (substâncias tóxicas produzidas por fungos), desde o momento em que cai no solo na floresta amazônica, ao despencar da castanheira (Bertholettia excelsa), até chegar ao consumidor. 

Leia mais »

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com