Inpa, Mamirauá e Museu Goeldi lançam coletânea com 100 experiências de Tecnologia Social na Amazônia

Uma coletânea com 100 experiências de Tecnologia Social (TS) da Amazônia foi lançada nesta quinta-feira (11) na 76ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Belém (PA). A iniciativa é fruto de programa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) que contou com o trabalho em cooperação das três instituições vinculadas na Amazônia do Ministério: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa), Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (IDSM) e o Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG). A coletânea completa pode ser adquirida gratuitamente através do link clicando aqui!

Obra mapeou 100 experiências audeclaradas na Amazônia. Foto Débora Vale – Ascom Inpa

Continuar lendo Inpa, Mamirauá e Museu Goeldi lançam coletânea com 100 experiências de Tecnologia Social na Amazônia

Falta de clareza do conceito de bioeconomia pode ser prejudicial à Amazônia

Biotecnologia, biorrecursos, biomassa, biogás, biocombustíveis, agregação de valor a produtos da biodiversidade, economia ecológica… São muitos os termos, conceitos, produtos e processos que envolvem o que a comunidade científica vem chamando atualmente de Bioeconomia. E é essa amplitude do termo, ou falta de clareza, que pode colocar em risco a sustentabilidade dos ecossistemas e das populações amazônicas, segundo trabalho publicado na revista internacional Ecological Economics.

Imagem postada em: EMBRAPA

Continuar lendo Falta de clareza do conceito de bioeconomia pode ser prejudicial à Amazônia

Brasil defiende bioeconomía y biodiversidad ante G20

Servindi, 23 de junio, 2024.- Brasil abogó por el uso sostenible de la biodiversidad para la bioeconomía. Con ello busca impulsar un nuevo paradigma que estimule la acción internacional y la cooperación a todo nivel, y así recuperar el valor del bosque en pie.

Vista aérea tomada con un dron el 12 de marzo de 2024 de la confluencia del río Amazonas y el río Negro, en Manaos, capital del estado brasileño de Amazonas. (Xinhua/Wang Tiancong) – SERVINDI

Continuar lendo Brasil defiende bioeconomía y biodiversidad ante G20

Instituto Mamirauá compõe a mesa da iniciativa sobre bioeconomia do G20

Em seu painel, o diretor-geral do Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá, João Valsecchi, destacou a pesquisa científica e os projetos de manejo da biodiversidade do Mamirauá em parceria com as comunidades tradicionais e indígenas em 36 áreas protegidas da Amazônia.

Diretor-geral do Instituto Mamirauá, João Valsecchi, durante evento em Manaus (Divulgação) – Foto postada em: REVISTA CENARIUM

Continuar lendo Instituto Mamirauá compõe a mesa da iniciativa sobre bioeconomia do G20

Ciama e Agência de Cooperação Alemã articulam ações de Bioeconomia para o Amazonas

A Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit (GIZ) atua no Brasil na promoção do desenvolvimento sustentável, há mais de 60 anos, e está apoiando a elaboração do Plano de Bioeconomia do Estado do Amazonas

Foto: Divulgação/Ciama

Continuar lendo Ciama e Agência de Cooperação Alemã articulam ações de Bioeconomia para o Amazonas

Bosque da Ciência do Inpa promove programação especial para a Semana do Meio Ambiente

De 05 a 07 de junho, o Bosque da Ciência do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) oferece uma programação diversificada na Semana do Meio Ambiente 2024. Serão realizadas cerca de 30 atividades no parque verde urbano, como ações educativas com foco na Amazônia,  como exposições, oficinas interativas, ações de reciclagem e visitas monitoradas. Veja aqui a programação.

Banner: Paulo Vinícius/ PCE-Inpa

Continuar lendo Bosque da Ciência do Inpa promove programação especial para a Semana do Meio Ambiente

Conferência Diplomática busca celebrar Instrumento Jurídico Internacional Relativo à Patentes, Recursos Genéticos e Conhecimentos Tradicionais.

O evento ocorre em Genebra e é realizado pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), entidade internacional de Direito Internacional, integrante do Sistema das Nações Unidas (ONU).

Continuar lendo Conferência Diplomática busca celebrar Instrumento Jurídico Internacional Relativo à Patentes, Recursos Genéticos e Conhecimentos Tradicionais.

Bioeconomia é vantagem competitiva na transformação ecológica

A urgência de mudança na forma como o ser humano se relaciona com os recursos necessários a sua sobrevivência tem mobilizado o planeta em busca de soluções duradouras. Com esse objetivo, o governo brasileiro construiu, em 2023, um plano de transformação ecológica que propõe conduzir o país a uma economia fortalecida por novas relações entre as pessoas, na forma de produzir, e com o meio ambiente.

Foto: Marcelo Camargo Agência Brasil

Continuar lendo Bioeconomia é vantagem competitiva na transformação ecológica

Soluções digitais para cadeias do mel e do açaí serão apresentadas na Embrapa Amapá

Produtores de açaí, criadores de abelhas, professores, acadêmicos, técnicos e instituições parceiras da Embrapa no estado do Amapá, vão conhecer nesta terça-feira, dia 21/11, a plataforma Infobee e o aplicativo Manejatech-açaí, soluções digitais para as cadeias produtivas do mel e do açaí. O evento será realizado no Auditório Silas Mochiutti, da Embrapa Amapá, a partir das 9 horas. Os softwares foram desenvolvidos por meio da parceria público-privada entre a Embrapa Amazônia Oriental (Pará) e a empresa Equilibrium Web.

Continuar lendo Soluções digitais para cadeias do mel e do açaí serão apresentadas na Embrapa Amapá

Embrapa e Ministérios debatem a agenda de bioeconomia na Amazônia

A oficina “Integração de ações de apoio às bioeconomias inclusivas na Amazônia” reuniu, no dia 14 de novembro, na sede da Embrapa, em Brasília, diretores e especialistas da Embrapa, além de secretários e técnicos de seis Ministérios de Estado. O evento foi realizado pela Diretoria de Negócios da Embrapa em parceria com a Secretaria de Bioeconomia do Ministério do Meio Ambiente e Mudanças Climáticas (MMA), como parte das ações do projeto BIAmazon – Diagnóstico e plano estratégico para atuação da Embrapa em abordagem de Bioeconomia Inclusiva na Amazônia.

Continuar lendo Embrapa e Ministérios debatem a agenda de bioeconomia na Amazônia

FAO alerta para ameaças na Amazônia e destaca bioeconomia sustentável

Diretor-geral da FAO, Qu Dongyu, enfatizou que bioeconomia sustentável pode trazer soluções para desafios globais; ele expressou preocupação com ameaças à Amazônia, incluindo o fenômeno El Niño e a expansão de atividades de agricultura e extrativismo.

O novo estudo aborda a destruição da Amazônia, que traria consequências drásticas para diversos setores. Bruno Batista/VPR/Agência Brasil

Continuar lendo FAO alerta para ameaças na Amazônia e destaca bioeconomia sustentável

Lucro de produtos da biodiversidade não chega a povos e comunidades tradicionais

Estudo do Escolhas debate o problema da não identificação dos detentores de conhecimentos tradicionais por pesquisadores e empresas e propõe soluções para que o Brasil possa avançar nessa agenda.

Continuar lendo Lucro de produtos da biodiversidade não chega a povos e comunidades tradicionais

Investimento em infraestrutura é alternativa para compensar serviços ambientais na Amazônia

A compensação por Serviços Ambientais (SA) prestados pelos agroextrativistas da castanha-da-amazônia (castanha-do-pará) pode ser feita não apenas com recursos financeiros, mas também em forma de investimentos em energia, transporte, comunicação, saneamento e outras necessidades estruturais dos territórios onde há forte presença de florestas com castanhais. Nesses locais, mesmo depois de décadas de ações de desenvolvimento sustentável, grande parte dos povos da floresta continua sem condições básicas de infraestrutura. Essa é uma das observações de estudo que sintetiza diversas pesquisas sobre formas de compensação pelos serviços ecossistêmicos e serviços ambientais relacionados aos castanhais e ao extrativismo da castanha na Amazônia.

Continuar lendo Investimento em infraestrutura é alternativa para compensar serviços ambientais na Amazônia