Inpa recebe três filhotes de peixe-boi resgatados no Amazonas e no Pará

O Laboratório de Mamíferos Aquáticos (LMA/Inpa) do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) integrou ao seu berçário mais três filhotes de peixe-boi da Amazônia, neste mês de setembro. Os filhotes são recém-nascidos, com a idade estimada entre um e quatro meses. Desde janeiro deste ano, o Inpa já recebeu 15 filhotes, a grande maioria são órfãos e vítimas de caça ilegal.

Os três peixes-bois, uma fêmea e dois machos, chegaram ao Inpa na última semana de setembro, segundo relatos, foram encontrados sozinhos por ribeirinhos e bastante debilitados – Foto: Camila Barbosa -Postada em: INPA

Continuar lendo Inpa recebe três filhotes de peixe-boi resgatados no Amazonas e no Pará

Projeto vai estudar a quantidade e a diversidade dos insetos da Amazônia

Estudo, que pretende sequenciar DNAs das espécies, vai envolver cerca de 500 pesquisadores ao longo de 5 anos

Postada em: EBC Rádios

Continuar lendo Projeto vai estudar a quantidade e a diversidade dos insetos da Amazônia

Expedição em Terra Indígena Xingu contribui com estudo de primatas ameaçados

Viagem integra conjunto de ações para colaborar com a conservação de primatas amazônicos

– Foto: Leandro Jerusalinsky – CPB/ICMBio

Continuar lendo Expedição em Terra Indígena Xingu contribui com estudo de primatas ameaçados

Parceria para atualizar a lista de espécies da flora amazônica ameaçadas de extinção no Pará

Museu Goeldi e Ideflor-Bio estabelecem cooperação para resgatar um importante instrumento de política ambiental – a Lista de Espécies Ameaçadas de Extinção no estado do Pará. Os estudos científicos iniciarão pelo grupo da flora e sua realização permite aperfeiçoar o monitoramento, apontando as situações de ameaça e contribuindo para a conservação da Amazônia paraense. Na Lista Vermelha do Pará lançada em 2008 haviam 13 espécies criticamente em perigo – duas eram plantas.

Continuar lendo Parceria para atualizar a lista de espécies da flora amazônica ameaçadas de extinção no Pará

ICMBio lança Plataforma de Avaliação do Risco de Extinção da Fauna

Ferramenta auxilia o trabalho de especialistas e reforça a participação social na preservação

Plataforma SALVE

Continuar lendo ICMBio lança Plataforma de Avaliação do Risco de Extinção da Fauna

Exposição Fauna e Flora chega ao Museu Goeldi

Exibição com realidade aumentada dá vida a 70 obras que apresentam a biodiversidade da Amazônia pela ótica de Emílio Goeldi, em parceria com o litógrafo Ernest Lohse, e do gravurista Oswaldo Goeldi. Os três personagens históricos também conversam com o público a partir de 7 de junho, no Centro de Exposições Eduardo Galvão, no Parque Zoobotânico da instituição.

Continuar lendo Exposição Fauna e Flora chega ao Museu Goeldi

Museu Goeldi anuncia novidades que irão impactar pesquisa, patrimônio e divulgação da ciência

Em balanço de 100 dias de gestão, diretor do Museu Goeldi Nilson Gabas Jr., fala de desafios e anuncia recursos obtidos e articulados até o momento pela instituição. Destaca a importância da cobertura da imprensa sobre o Museu, e a sensibilidade dos parlamentares paraenses que se mobilizaram para obter apoio e recursos para a recomposição de pessoal, além da reforma e ampliação da infraestrutura, questões fundamentais para que a instituição possa cumprir e renovar seu papel de liderança científica e cultural nas temáticas amazônicas.

Continuar lendo Museu Goeldi anuncia novidades que irão impactar pesquisa, patrimônio e divulgação da ciência

Dia Mundial das abelhas: pesquisadores do Inpa identificam nova espécie de abelhas-sem-ferrão

Pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/MCTI) identificaram uma nova espécie de abelha-sem-ferrão, nomeada “Scaptotrigona hylaea “. A nova espécie foi descoberta após a equipe do Grupo de Pesquisas em Abelhas (GPA/Inpa) instalar armadilhas-isca próximas ao meliponário científico do Inpa, numa das quais as abelhas enxamearam naturalmente e ao serem verificadas, foi constatado que se tratava de uma nova espécie.

Continuar lendo Dia Mundial das abelhas: pesquisadores do Inpa identificam nova espécie de abelhas-sem-ferrão

CIGS trabalha na preservação da fauna amazônica

Manaus (AM) – Durante a semana de 7 a 13 de maio, o Zoológico do Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS) recebeu uma comitiva composta por pesquisadoras da Universidade Federal do Norte do Tocantins (UFNT), da Universidade Federal do Pará (UFPA) e da Universidade Federal Fluminense (UFF), com objetivo de realizar uma cooperação técnico-científica para recolher dados para os cursos de mestrado e doutorado das respectivas universidades, denotando, dessa forma, alinhamento com a preservação da fauna amazônica.

Crédito: Cb Daniel e Sd Justino – CIGS

Continuar lendo CIGS trabalha na preservação da fauna amazônica

Mais de 100 tartarugas são resgatadas em operação no baixo Rio Branco – Roraima

Uma operação realizada pela Fundação Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Femarh), conseguiu apreender mais de 100 tartarugas, 30 malhadores e 4 pequenas embarcações. Durante a operação também foram encontradas armadilhas, conhecidas como caça sacos, redes feitas com cordas e malhas grossas que ficam no leito do rio. Elas podem medir até 400 metros e, além de tartarugas, podem pegar também outros animais grandes, como botos e peixes-boi.

Tartarugas foram resgatadas em operação – Foto: Divulgação – Postada em Folha de Boa Vista

Continuar lendo Mais de 100 tartarugas são resgatadas em operação no baixo Rio Branco – Roraima

Estratégias ajudam a diminuir conflito entre fazendeiros e onças

Cercas eletrificadas em áreas de maternidade e repelentes luminosos são algumas das estratégias que podem diminuir o conflito entre fazendeiros e onças. A proposta faz parte das ações do Instituto Homem Pantaneiro, que sugere e executa estratégias de manejo que diminuem os problemas causados pela predação de gado por grandes felinos.

Foto: Divulgação – Centro de Instrução de Guerra na Selva CIGS/EB

Continuar lendo Estratégias ajudam a diminuir conflito entre fazendeiros e onças

Mais de 200 plantas invasoras ameaçam vegetação nativa do país

Jaqueiras, amendoeiras-da-praia, casuarinas, jiboias, agaves. São plantas que fazem parte das paisagens brasileiras, mas nem sempre foi assim. Essas espécies não são nativas do Brasil e, trazidas de outros pontos do globo pelo homem, acabaram se espalhando sem controle pelo país.

Rio de Janeiro (RJ), 19/03/2023 – Espécie africana, a dracena (Dracaena fragrans) está disseminada pelo Parque Nacional da Tijuca. Foto:Vitor Abdala/Agência Brasil

Continuar lendo Mais de 200 plantas invasoras ameaçam vegetação nativa do país