Direito à água e futuro do Rio Branco são temas de audiência pública em Boa Vista

MPF, UFRR, Movimento Puraké e Diocese de Roraima promovem debate sobre preservação dos recursos hídricos, consequências do garimpo ilegal e da Usina Hidrelétrica do Bem Querer.

Leia mais »

Construção de hidrelétrica em Roraima aparece no Plano Decenal de Energia

No Plano Decenal de Energia 2024 (PDE 2024) do Ministério das Minas e Energia (MME), publicado esta semana pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), consta que entre 2016 e 2024 pelo menos onze usinas hidrelétricas devem entrar em funcionamento na Amazônia, entre elas está a construção da hidrelétrica do Bem-Querer, em Roraima, que abrangeria os municípios de Boa Vista, Bonfim, Cantá, Caracaraí, Iracema e Mucajaí e com geração de 708 MW de potência. A previsão de investimento é de R$ 19.744.000,00 e a de início de funcionamento, para 2024.     Leia mais »

Dia da Amazônia

Será realizado , na tarde de hoje, na Universidade Federal de Roraima – UFRR – um evento em defesa do Rio Branco.

Os promotores convidaram a Magnífica Reitora da UFRR  para que faça a abertura oficial do evento SALVE O RIO BRANCO NO DIA DA AMAZÔNIA.

Embora o evento tenha início às 14h com exposição de artes plásticas no Parlatório, a abertura oficial acontecerá no Auditório Alexandre Borges às 16h.

O evento é um promoção do Movimento Purakê.

A Fundação ECOAMAZÔNIA irá participar do evento e divulgará, oportunamente, suas deliberações. 

Leia mais »

Grito dos Excluídos protesta contra construção de usina em Roraima

Este ano, o movimento Grito dos Excluídos, organizado anualmente pela Igreja Católica e pastorais sociais, promove uma romaria saindo do município de Mucajaí, localizado a 58 quilômetros de Boa Vista, até a corredeira do Bem Querer em Caracaraí, a 141 quilômetros da capital. O objetivo é chamar a atenção da sociedade contra a construção da hidrelétrica no Bem Querer e seus impactos para a sociedade.  Leia mais »

Frente em defesa do Rio Branco

Foi realizada  em 06 de dezembro uma  reunião com o objetivo de criar uma frente em defesa do Rio Branco. O evento, que contou com a participação de diversos setores da sociedade: indígenas  sindicalistas, lideranças de movimentos sociais, pescadores, produtores rurais, cientistas, ambientalistas, entre outros, decidiu pela constituição de uma comissão provisória para nortear as mobilizações em defesa do Rio Branco.

Serão indicados os participantes de cinco comissões temáticas, que serão formadas com responsabilidade nas seguintes áreas: estudo dos impactos ambientais; estudo de alternativas; divulgação; acompanhamento jurídico; e mobilização. Leia mais »

Corredeiras do Bem Querer X Hidrelétrica de Cotingo

Discute-se muito, atualmente, a possibilidade da contrução de uma usina hidrelétrica na região das Corredeiras do Bem Querer. Por muitos anos a discussão envolvia aspectos ligados a construção de uma usina hidrelétrica no rio Cotingo, na região da Terra Indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima. Leia mais »

Show de lançamento da Campanha Salvem o Rio Branco, patrimônio de Roraima

O Presidente da  “ECOAMAZÔNIA – Fundação para o Ecodesenvolvimento da Amazônia”, Prof. Dr. Jaime de Agostinho, participou do Show de lançamento da Campanha Salvem o Rio Branco, patrimônio de Roraima, no dia 30 de novembro de 2012, sendo um dos signatários do abaixo-assinado em defesa das Corredeiras do Bem Querer.

Em defesa do rio Branco (Foto Pavani)

Leia mais »

Corredeiras do Bem Querer – Campanha Salve o Rio Branco

O ato show de lançamento da campanha “Salve o Rio Branco, Patrimônio de Roraima” ocorre hoje, a partir das 17h, no final da avenida Santos Dumont, às margens do rio Branco, no bairro São Pedro. O movimento Puraké, juntamente com outras 30 organizações, está à frente da mobilização em prol da principal drenagem do Estado que estaria com sua sobrevivência ameaçada pelo projeto de construção da hidrelétrica nas corredeiras do Bem-Querer, no Município de Caracaraí.

Leia mais »

Bem Querer – Movimentos querem audiência pública

Representantes de movimentos sociais e membros do poder público reuniram-se, ontem à tarde, na Federação do Comércio de Roraima (Fecor/RR), para discutir a polêmica que envolve a possível construção de uma hidrelétrica nas corredeiras do Bem-Querer, no rio Branco, localizada no Município de Caracaraí, a mais de 150 quilômetros da Capital. Leia mais »

CAS aprova usina hidrelétrica “Bem Querer” para Roraima

Proposta que autoriza a implantação da Usina Hidrelétrica e da Eclusa “Bem Querer”, com hidrovia, no Rio Branco, importante afluente do estado de Roraima, foi aprovada na manhã desta quarta-feira pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) e segue agora para análise da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA), antes de seguir para o Plenário. Leia mais »