“A Amazônia já tem todas as condições de gerar uma massiva epidemia”. Entrevista com Carlos Nobre

Cientista renomado e com passagem por diversos órgãos de meio ambiente, Carlos Nobre deu entrevista ao Correio da Cidadania para falar dos riscos de aparecimento de um novo patógeno a partir da pressão humana sobre a floresta amazônica. Na realidade, esclarece que estamos no chamado “século das zoonoses”, uma vez que novos vírus, bactérias ou protozoários são descobertos em média a cada quatro meses. A seu ver, o Brasil não tem alternativa de prazo que não passe pela mudança de modelo econômico e sua relação com a floresta.

Carlos Nobre integra painel mundial da ONU- OVALE

Leia mais »

Não há exportação ilegal saindo da Amazônia, diz Mourão

BRASÍLIA (Reuters) – O vice-presidente Hamilton Mourão, coordenador do Conselho da Amazônia, afirmou nesta quarta-feira que não há exportação ilegal de produtos saindo da Amazônia e ainda rechaçou acusações de que os brasileiros seriam os “vilões da sustentabilidade”, em pronunciamento no Fórum Mundial Amazônia +21.

Leia mais »

Amazônia necessita de novo modelo de desenvolvimento econômico, avaliam pesquisadores

A Amazônia necessita de um novo modelo de desenvolvimento econômico, fundamentado na combinação de tecnologias digitais e biológicas avançadas com os ativos biológicos do bioma. A avaliação foi feita por participantes do “Simpósio Internacional de Bioeconomia”, realizado nos dias 9 e 10 de dezembro, em São Paulo.

Leia mais »

MPF/AM: Justiça bloqueia R$ 500 mil de empresário que explorava indígenas

O Ministério Público Federal no Amazonas (MPF/AM) conseguiu na Justiça a determinação do bloqueio de R$ 500 mil em bens e valores da empresa L. C. Morais Rocha Comercial (Irajá Fibras Naturais da Amazônia) e de seu proprietário, o empresário Luiz Cláudio Morais Rocha. Ele é alvo de ação civil pública pelos danos causados a comunidades indígenas e ribeirinhas do Município de Barcelos (a 399 quilômetros de Manaus), por meio da contratação irregular e exploração de trabalho em condições semelhantes às de escravidão na extração da fibra da piaçava.                               

Leia mais »

El ferrocarril interoceánico chino y nuestra desordenada visión de desarrollo

Imagen: RPP

La idea de una ferrovía ente Brasil y Perú a través de la Amazonía no es nueva. Una década atrás ya se contabilizaban cinco propuestas en Perú y una en Brasil. Además, el tema ya había sido discutido entre los gobernantes de ambos países. Lo único realmente nuevo en el reciente anuncio es el financiamiento que vendría de China, y el aparente cambio en la ruta que previamente había concebido el Gobierno.

Leia mais »

Zoneamento Econômico e Ecológico de Roraima – ZEE RR

Projeto do ZEE sequer foi localizado. O mais importante projeto para direcionar o desenvolvimento de Roraima, o do Zoneamento Econômico e Ecológico, desapareceu. Leia mais »

Desafio histórico, contenção do desmatamento confronta modelo de crescimento

Há dez anos, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegava ao fim do segundo ano na Presidência da República amargando a maior taxa de desmatamento da Amazônia desde o início das medições do Projeto de Monitoramento da Floresta Amazônica por Satélites, iniciadas em 1988. Em 2004, cerca 27,7 mil quilômetros quadrados de florestas (equivalentes a 3,4 mil campos de futebol) foram ao chão para dar lugar a plantações de grãos, com destaque para a soja e o milho, e também para a cana-de-açúcar. Antes disso, só 1995 registrava devastação maior (29 mil quilômetros quadrados), basicamente pelo mesmo motivo: a expansão das atividades do agronegócio e da extração mineral, produtores de matérias-primas para exportação.

Leia mais »

Meio Ambiente – Perdas da biodiversidade podem afetar economias

Quando a iniciativa The Economics of Ecosystems and Biodiversity (TEEB) divulgou há três anos que o mundo perde anualmente entre US$ 2,5 trilhões e US$ 4,5 trilhões com a destruição dos ecossistemas vitais, o setor empresarial despertou para os riscos e começou a se movimentar para evitar impactos irreversíveis nos negócios. Liderado por Pavan Sukhdev, diretor-fundador da empresa indiana GIST (Green Indian States Trust), o estudo, iniciado em 2007, gerou diferentes relatórios que subsidiariam negociações internacionais sobre o tema. No Brasil, dono de 15% da biodiversidade do planeta, invejável estoque hídrico e expressivo potencial no mercado de fixação de carbono, o governo federal decidiu iniciar a tropicalização da metodologia para inserir o assunto nas contas nacionais, trabalho conduzido pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Leia mais »

WWF – Brasileiros reconhecem que desperdiçam água e estimam problemas de abastecimento no futuro

 Pesquisa divulgada hoje (26) pela organização não governamental WWF-Brasil revela que é grande o desperdício de água entre os brasileiros. “Mais de 80% dos brasileiros consultados em 26 estados da Federação reconheceram que vão ter problemas de abastecimento de água no futuro e, desses, 68% reconheceram que o desperdício de água é a principal causa desse problema”, disse o coordenador do Programa Água para a Vida da WWF-Brasil, Glauco Kimura de Freitas.

Leia mais »

Ministério Público do Trabalho (MPT) convoca a marca de roupas Zara para assinar acordo sobre trabalho escravo

O Ministério Público do Trabalho (MPT) notificou a marca de roupas Zara para comparecer a uma audiência no próximo dia 18 para assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). O acordo busca regularizar a cadeia produtiva da grife espanhola e reparar os danos causados aos trabalhadores flagrados em regime de trabalho semelhante ao escravo em São Paulo.

Leia mais »

PEC da Música é motivo de preocupação para bancada amazonense

A Crítica – Ao anunciar a prorrogação da Zona Franca de Manaus (ZFM) por mais 50 anos e a extensão do modelo à Região Metropolitana (RMM), a presidente Dilma Rousseff trouxe outra preocupação contraditória ao Amazonas.

Esse embrulho festivo da presidente carrega uma espécie de penduricalho prejudicial à economia e à indústria do Estado: a iminente votação da Proposta de Emenda Constitucional nº 98/2007 (PEC da Música) na Câmara dos Deputados, prevista para esta semana. Diz-se que a suspensão da votação da PEC da Música, na última quarta-feira, 19, teve o dedo do Palácio do Planalto por causa da viagem da presidente Dilma ao Amazonas. Leia mais »

Produção de gás e petróleo abre fronteira de riquezas no AM

Os investimentos bilionários não foram traduzidos na redução direta do preço para o consumidor na tarifa de energia e nas bombas dos postos de gasolina.

Manaus – Produzir petróleo e gás na Amazônia sem causar danos ambientais foi o desafio da Petrobras colocado em prática há 25 anos, com a descoberta da Província de Urucu, em Coari, na Bacia do Solimões. Ao longo desse período, a estatal investiu US$ 8,7 bilhões e estimulou a criação de uma nova matriz energética limpa e segura para Manaus e seis municípios, em fase de implantação. Leia mais »

Ponte do Rio Negro: embarcações do porto de São Raimundo vão continuar operando

A Crítica – Traduzida como sinônimo de progresso, a Ponte Rio Negro será um desastre para um grupo de pessoas que dependem do transporte aquaviário.

Do ponto de vista simbólico, a ponte é descrita como “uma mordaça na boca do rio”, nas palavras do poeta e músico Celdo Braga. Uma obra inédita no Estado que “quebrou o ritmo das águas”, completa Braga.

A desolação com a ponte pode ser observada nas expressões preocupadas dos trabalhadores das lanchas que fazem a travessia Manaus-Iranduba no Porto de São Raimundo. Leia mais »