Violência contra os indígenas é um problema ético. Entrevista especial com Lucia Helena Rangel

28 de junho de 2015  - Jaime de Agostinho

“Vivemos um problema ético no Brasil, porque o não reconhecimento dos direitos indígenas e dos direitos sociais, em geral, é uma questão que só pode ser discutida e colocada no âmbito da ética”, afirma a antropóloga.  

Leia mais »

Queda da violência contra índios não significa menos conflitos, diz coordenadora

17 de julho de 2014  - Jaime de Agostinho

Uma das coordenadoras do relatório Violência contra os Povos Indígenas no Brasil, divulgado hoje (17) pelo Conselho Indigenista Missionário (Cimi), a antropóloga Lúcia Helena Rangel explicou que o fato de os indicadores de violência contra os índios e seus territórios terem diminuído em 2013, na comparação com 2012, não significa que os conflitos por terras ou os problemas decorrentes da falta de assistência pública tenham se atenuado.

Leia mais »

Cimi lança relatório com dados de violência contra os povos indígenas em 2013

15 de julho de 2014  - Jaime de Agostinho

O Conselho Indigenista Missionário (Cimi) lança nesta quinta-feira (17 de julho), às 9h30, na sede da CNBB, o relatório Violência Contra os Povos Indígenas no Brasil que sistematiza os dados de violências cometidas contra os povos e comunidades indígenas em 2013. O panorama político explicita que as recentes investidas e ataques contra os direitos dessas populações têm um reflexo direto nas aldeias em todo o país. A paralisação das demarcações de terras, a tentativa de retirar direitos garantidos através de projetos de emenda à Constituição, portarias e decretos, a proposta de modificar o procedimento administrativo de demarcação das terras e as manifestações ruralistas realizadas em vários estados, dentre outros atos anti-indígenas, tiveram como consequência o acirramento dos conflitos que envolvem a disputa de terras.

Leia mais »

Municípios em áreas de desmatamento sofrem mais com a violência, diz Ipea

20 de dezembro de 2013  - Jaime de Agostinho

Um estudo publicado hoje (20) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) concluiu que os municípios localizados em áreas de desmatamento da Amazônia sofrem mais com a violência do que outras cidades com o mesmo tamanho e importância econômica. Segundo a pesquisa, a média da taxa de homicídios nos 46 municípios que mais desmatavam em 2010 era 48,8 por 100 mil habitantes naquele ano. A taxa é quase o dobro da observada em outros 5.331 municípios pequenos e médios do país (27,1 por 100 mil habitantes). Leia mais »

“Denunciamos o assassinato covarde de mais um defensor da natureza na Amazônia”

25 de outubro de 2011  - Adriana Buci

Sábado foi assassinado o líder comunitário JOÃO CHUPEL PRIMO em Miritutuba, município de Itaituba, PA. Quem denuncia é o Dom Frei Wilmar Santin, Bispo Prelado de Itaituba.

Leia mais »

Apesar de impunidade, federalização de crimes no campo divide opiniões

3 de agosto de 2011  - Eduardo Dantas

A insegurança entre trabalhadores rurais e a impunidade dos assassinatos no campo levam ativistas a defender a possibilidade de se transferir para a Justiça Federal a competência no julgamento desses crimes. No Pará,por exemplo,de dois meses para cá,seis pessoas foram assassinadas. A possibilidade de tirar os casos da competência estadual divide opiniões.

 

Leia mais »

SDDH questiona diminuição da violência alegada pelo governo

2 de agosto de 2011  - Eduardo Dantas

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Segup) garante, com base em estatísticas, que reduziu os índices de criminalidade no Pará, mas a realidade tanto na capital quanto no interior suscitam ressalvas e, às vezes, a desconfiança da sociedade. “A população percebeu que caiu o índice de criminalidade? Se você perguntar a qualquer cidadão paraense, de qualquer classe social, religião, gênero ou idade, vai verificar que estes números ainda são pouco significativos”, diz a vice-presidente da Sociedade Paraense de Defesa dos Direitos Humanos (SDDH), Eliana Fonseca Pereira, que considera pouco convincente a afirmação baseada apenas nas estatísticas criminais. Leia mais »

Ministros discutem violência no campo em estados da Amazônia Legal

10 de junho de 2011  - Jaime de Agostinho

Os ministros da Justiça, José Eduardo Cardozo, da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, e do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence, visitam hoje (9) e amanhã os estados do Amazonas, Pará e de Rondônia. O objetivo é fazer reuniões com os governadores e autoridades do Judiciário para definir ações destinadas a combater a violência e a impunidade no campo.

As visitas fazem parte das atividades da força-tarefa criada para investigar os assassinatos de quatro líderes ambientais e de um trabalhador rural na região. Leia mais »