RR – Jucá diz esperar que Câmara vote projeto sobre mineração em terras indígenas até o fim do ano

Em pronunciamento nesta quinta-feira (17), o senador Romero Jucá (PMDB-RR) disse esperar que a Câmara reenvie ainda neste ano ao Senado projeto de sua autoria que trata da mineração em áreas indígenas. O PLS 121/1995 (PL 1610/96 na Câmara) está sendo discutido por uma comissão especial criada para analisar o tema. Segundo o senador, a mineração nas terras indígenas está prevista na Constituição, mas falta lei que a regulamente. Leia mais »

RR – Senador cobra mais atenção do governo com a região da Amazônia e faixa de fronteira

O senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) criticou em Plenário nesta quarta-feira (16) a falta de uma política de desenvolvimento para a região da Amazônia e da Faixa de Fronteira no país. O senador cobrou ações eficazes de assistência à população da região, sejam índios, garimpeiros ou trabalhadores urbanos. Leia mais »

AC – Incra reassenta mais 11 famílias de “brasivianos” no PDS Porto Carlos em Brasileia

Mais 11 famílias de trabalhadores rurais brasileiros que habitavam a faixa de fronteira dentro da Bolívia foram repatriados para o lado brasileiro neste último fim de semana, para serem assentados pela Superintendência Regional do Incra no Acre no Projeto de Desenvolvimento Sustentável (PDS) Porto Carlos, que fica às margens da BR-317, no quilômetro 67 da estrada do Pacífico, sentido Brasileia/Assis Brasil. Leia mais »

AC – Situação continua indefinida na fronteira do Brasil com a Bolívia

O Embaixador do Brasil na Bolívia, Marcel Biato, esteve no último final de semana em visita aos municípios de Capixaba e Plácido de Castro, na fronteira do Acre com a Bolívia, para se inteirar do episódio envolvendo homens do Exército Boliviano e produtores rurais que moram na região de fronteira, em território boliviano.

Antes de vir ao Brasil, Marcel Biato participou de uma reunião no Consulado Brasileiro em Cobija, Capital do Pando, com o Secretário de Segurança Pública do Acre, Reni Graebner, o secretário adjunto de segurança Pública, Ermício Sena, cônsul, funcionários e advogada do consulado. Leia mais »

AC – Situação continua indefinida na fronteira do Brasil com a Bolívia

Gobierno de Evo informó que no sabe quién ordenó al acoso a brasileños en la frontera.

El gobierno boliviano negó que, en abril pasado, haya ordenado los ataques a los brasileños que viven en la frontera entre los dos países, según el Ministerio de Relaciones Exteriores de Brasil. Leia mais »

RR – FAB destrói pista clandestina na Região Amazônica

Depois de dois adiamentos causados pelas condições climáticas desfavoráveis, com chuva forte contínua e vento intenso, caças A-29 Super Tucano da Força Aérea destruiram neste sábado, 12, em Roraima, a 218 km da capital, Boa Vista, a principal pista clandestina das 10 mapeadas pela Aeronáutica há um mês. O ataque, empregando bombas de 230 quilos, foi completado ao meio-dia. O impacto das explosões abriu crateras de três metros de profundidade e dez metros de largura, inutilizando a faixa de terra de 580 metros de extensão e 15 metros de largura. Leia mais »

AC – Situação continua indefinida na fronteira do Brasil com a Bolívia – desdobramentos

Ordem para ataques a brasileiros que vivem na Bolívia não partiu do governo de Evo Morales, dizem autoridades.

O governo do Brasil ainda está em alerta em relação às denúncias de maus-tratos, invasão de casas, mortes de gado e expulsões ocorridas, no mês passado, contra brasileiros que vivem na fronteira com a Bolívia. Os atos teriam partido de militares. Leia mais »

Acre e Ucayali juntos pela preservação ambiental de suas fronteiras

Para contribuir com a gestão coordenada de recursos da flora e fauna silvestre em zonas de interesse sociocultural e ambiental na área fronteiriça do Departamento de Ucayali, no Peru, e do Acre, no Brasil, foi realizada na manhã desta quinta-feira, 10, uma reunião para o fortalecimento do Fórum de Integração Fronteiriça (Fifau). A reunião contou com representes do governo do Estado do Acre, do governo de Ucayali, além de entidades federais, privadas e sociedade civil. Leia mais »

AC – Situação continua indefinida na fronteira do Brasil com a Bolívia – desdobramentos

Manoel Moraes prevê conflito armado entre brasileiros e bolivianos.

Pequenos fazendeiros do Brasil estão se armando para enfrentar os bolivianos em Capixaba na fronteira entre os dois países. A informações foi dada pelo deputado Manoel Moraes (PSB) durante pronunciamento nesta quarta-feira, 9. De acordo com o parlamentar, ele esteve verificando o problema na tarde de terça-feira e constatou que a tensão é grande e pode ficar ainda maior em consequência de uma greve desencadeada no país vizinho que gera um clima de guerra civil. Leia mais »

FAB localiza pistas clandestinas em terras indígenas

Pelo menos dez pistas clandestinas utilizadas para pousos e decolagens de aeronaves a serviço de garimpeiros foram identificadas pela inteligência da Força Aérea Brasileira (FAB). Duas delas devem ser destruídas no âmbito da Operação Ágata 4 – ação conjunta que envolve as Forças Armadas brasileiras e agentes de segurança pública na fronteira do Brasil com a Venezuela, Suriname, Guiana e Guiana Francesa, na região Norte do país. A FAB identificou as pistas em reservas indígenas no estado de Roraima. O comando da operação irá definir dentro dos próximos dias os locais que serão destruídos. Leia mais »

AC – Situação continua indefinida na fronteira do Brasil com a Bolívia – desdobramentos

Brasil reforça presença militar em zona de conflito no Acre; bandeiras são hasteadas.

Soldado brasileiro durante hasteamento de bandeiras do Acre e do Brasil; presença é resposta à invasão boliviana (Foto:Cleriston Amorim)

O governo brasileiro decidiu reforçar a presença do Exército na zona rural do município de Capixaba, no Acre, área que foi “invadida” por militares bolivianos no final de abril. Em uma solenidade na manhã deste domingo com a presença de autoridades civis e militares, as bandeiras do Acre e do Brasil foram hasteadas no lado brasileiro da estrada de barro que divide os dois países. A cerimônia foi acompanhada de longe por integrantes das forças da Bolívia. Leia mais »

RR – Operação Ágata desativa garimpo ilegal – TERRA YANOMAMI

Um ponto de garimpo ilegal que estava em atividade na região de Homoxi, na Terra Indígena Yanomami, foi desativado durante ação repressiva da operação Ágata 4, deflagrada pelas Forças Armadas Brasileiras com apoio de órgãos federais e estaduais na quarta-feira, 2.

Sete pessoas que operavam no garimpo, instalado nas margens do rio Mucajaí, foram removidas da área e entregues na Superintendência Regional da Polícia Federal. As duas balsas utilizadas pelos garimpeiros foram destruídas. A ação ocorreu na última sexta-feira, 4. Leia mais »

AC – Situação continua indefinida na fronteira do Brasil com a Bolívia – desdobramentos

Jorge Viana denuncia ações ‘inaceitáveis’ de militares bolivianos na fronteira do Acre com a Bolívia .

O senador Jorge Viana (PT-AC) alertou, nesta quinta-feira (3), para a ocorrência de conflitos frequentes na fronteira do Acre com o estado boliviano de Pando. Ele denunciou a prática, por militares da Bolívia, de “medidas inaceitáveis” na cidade acriana de Capixaba. Leia mais »

AC – Situação continua indefinida na fronteira do Brasil com a Bolívia – desdobramentos

Incra/Acre explica atrasos para assentar famílias e culpa Governo Federal .

O Superintendente do Incra no Acre falou hoje, 03/05/2012, sobre os atrasos nas metas de assentamento de famílias na faixa de fronteira com a Bolívia. Segundo ele, o Incra só conseguiu cumprir 22% da meta prevista, por que houve atrasos nos repasses do Governo Federal. Leia mais »

Ágata 4: pistas clandestinas de garimpo são identificadas em reservas indígenas

Pelo menos dez pistas clandestinas utilizadas para pousos e decolagens de aeronaves a serviço de garimpeiros foram identificadas pela inteligência da Força Aérea Brasileira (FAB). Duas delas devem ser destruídas no âmbito da Operação Ágata 4 – ação conjunta que envolve as Forças Armadas brasileiras e agentes de segurança pública na fronteira do Brasil com a Venezuela, Suriname, Guiana e Guiana Francesa, na região Norte do país. A FAB identificou as pistas em reservas indígenas no estado de Roraima. O comando da operação irá definir dentro dos próximos dias os locais que serão destruídos.   

03/05/2012 - DEFESA - Ágata 4: pistas clandestinas de garimpo são identificadas em reservas indígenas

Leia mais »