Funai participa de fiscalização em Terra Indígena no estado de Rondônia

A Fundação Nacional do Índio (Funai), por meio da unidade descentralizada de Cuiabá (MT), participou de uma ação de fiscalização com o objetivo de coibir a prática de extração ilegal de madeira na Terra Indígena Tubarão Latunde, que fica próxima ao município de Vilhena (RO).

Foto: Divulgação – Postada em: FUNAI

A ação ocorreu no último dia 22 em uma parceria com a Polícia Federal, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Polícia Militar Ambiental de Rondônia.

Durante a operação, os órgãos de fiscalização apreenderam seis madeireiros presos em flagrante delito por crime de extração ilegal de madeira no interior da Terra Indígena; um caminhão Mercedes Benz 1113, uma motocicleta Honda 125 e três motosserras. Os presos foram conduzidos para a Delegacia da Polícia Federal em Vilhena.

Conforme o coordenador regional da Funai em Cuiabá, Benedito César Garcia Araújo, o resultado da ação foi extremamente positivo em razão da integração entre os diversos órgãos públicos envolvidos na fiscalização. “Ações integradas entre os órgãos são fundamentais para cooperação institucional e, especialmente, para a interrupção de crimes ambientais dentro das Terras Indígenas”, conclui Araújo.

Fiscalização na pandemia

No contexto da pandemia, a Funai já investiu cerca de R$ 17,2 milhões em ações de fiscalização em diversas Terras Indígenas no território nacional, entre elas a Terra Indígena Tubarão Latunde. As atividades, em parceria com órgãos ambientais e de segurança pública competentes, são fundamentais para combater ilícitos, como garimpo e extração ilegal de madeira, e garantir a segurança das comunidades, prevenindo o contágio dessas populações pela covid-19.

Assessoria de Comunicação / Funai
Com informações da Coordenação Regional Cuiabá  

PUBLICADO POR:      FUNAI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*