DSEI Alto Rio Negro recebe apoio aéreo para levar vacina contra a covid-19 no norte do Amazonas

O Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Alto Rio Negro já vacinou contra a Covid-19, com a primeira dose, 65% dos indígenas com 18 ou mais, inscritos no Subsistema de Atenção à Saúde Indígena (SASISUS) e especificidades da ADPF 709, e 33% com a segunda dose.

Foto: Saúde Indígena

Para chegar nas aldeias mais distante do norte do Amazonas, na fronteira com a Colômbia e Venezuela, são até 12 dias de viagem de barco por rios e igarapés. Levar atendimento básico, vacinas contra várias doenças e realizar acompanhamento de saúde nestas áreas remotas exige uma grande logística de transporte na Amazônia.

Por isso, a Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI), do Ministério da Saúde, realiza parceria com o Ministério da Defesa para apoio logístico como transporte de insumos e das Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena (EMSI) até as áreas de difícil acesso. Nesta semana, de 15 a 22 de maio, o DSEI Alto Rio Negro realiza uma missão de vacinação contra a Covid-19 nas comunidades de difícil acesso com o apoio das Forças Armadas. O DSEI escalou 12 profissionais de saúde das EMSI para percorrer mais de 40 aldeias com os imunizantes, realizar busca ativa dos que ainda não foram vacinados contra o novo coronavírus e administrar a segunda dose dos que já receberam a primeira. “A luta contra a covid-19 continua, estamos empenhados em vacinar toda população indígena aldeada do Alto Rio Negro”, enfatiza o coordenador do Distrito, Ernani Gomes. A meta do Programa Nacional de Imunizações (PNI) é vacinar 90% dos grupos prioritários.

A equipe do Distrito tem o suporte do 1º Pelotão Especial de Fronteira de Yauaretê, em São Gabriel da Cachoeira (AM), de onde partem diariamente os voos para as comunidades indígenas. As equipes são transportadas de helicópteros e ainda tem que andar por dentro da floresta até às aldeias mais próximas. Os profissionais levam Equipamento de Proteção Individual (EPI), vacinas contra a covid-19 e ainda imunizantes para atualização vacinal de outras doenças para adultos e crianças conforme o calendário do Mês de Vacinação dos Povos Indígenas (MVPI). Um representante do Conselho Distrital de Saúde Indígena (CONDISI) do Alto Rio Negro acompanha a missão.

O DSEI Alto Rio Negro presta serviço básico de saúde a mais de 28 mil indígenas de 23 etnias, em torno de 650 aldeias. São 25 Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena atuando em 14 Unidades Básicas de Saúde Indígena (UBSI) e 25 Polos Base.

PUBLICADO EM:   SAÚDE INDÍGENA MINISTÉRIO DA SAÚDE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*