PA – Empresa investe na agricultura familiar para fortalecer a economia no campo

Desenvolver a economia local e gerar emprego e renda no campo são os desafios do Programa de Agricultura Familiar desenvolvido pela Vale, por meio da Biopalma, em nove municípios do nordeste paraense. O programa, que atualmente beneficia 288 famílias de agricultores, tem como objetivo envolver, até 2013, duas mil famílias com o plantio de dendê. Até o final do ano, a Biopalma concluirá a parceria com mais de 500 famílias. Leia mais »

La expansión acelerada de palma aceitera en la región amazónica

La superficie plantada con palma aceitera en Brasil siempre fue relativamente pequeña, en comparación con otros países productores en América Latina. Sin embargo, hay avisos de las trasnacionales brasileñas de mayor porte, como Vale y Petrobrás, que revelan una expansión acelerada en la región amazónica, principalmente en el estado de Pará, de esta plantación destinada a la producción de biodiesel. Leia mais »

Energia no Brasil é limpa, mas cara e desperdiçada, diz físico da UFRJ

Apesar de mais limpa, a energia no Brasil é muito mais cara e desperdiçada que em outros países, disse nesta sexta-feira (15) o físico Luiz Pinguelli Rosa, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), durante a 63ª reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Goiânia.

Professor Luiz Pinguelli Rosa, da UFRJ, fala sobre energia e hidrelétricas durante a SBPC

Leia mais »

Biocombustíveis

Por Branca M. O. Medina *

O debate sobre o uso de biocombustíveis está cada vez mais em voga, pois é sabido, com muita clareza, que os combustíveis fósseis, os mais utilizados, são finitos e as reservas terrestres só tendem a diminuir e terminar, sem renovação. Além disso, são extremamente poluidores e causam sérios desequilíbrios no ambiente.

Mas o que seriam os biocombustíveis? São materiais biológicos que, quando em combustão, possuem a capacidade de gerar energia para realizar trabalhos. É certo que praticamente todo material biológico gera energia, a fruta que comemos, a planta que queima.

Mas aqui vou me concentrar naqueles com potencial combustível de interesse econômico – a energia para queimar é inferior à energia que gera posteriormente – e suas conseqüências ao ambiente.

Leia mais »