DSEI Yanomami realiza ação de combate à tungíase em região na fronteira com a Venezuela

Você já ouviu falar em tungíase? A tungíase é a infecção causada por um tipo de pulga chamada Tunga Penetrans. Normalmente encontrada em solos arenosos, a pulga também é conhecida como bicho de pé, justamente por infectar, principalmente, as extremidades de mãos e pés humanos.

Foto: SESAI MS

A infecção é combatida nos territórios indígenas pelas Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígenas (EMSI), que são coordenadas pelos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI). O tratamento faz parte do plano de ação para combater diversas doenças que podem afetar as comunidades indígenas, como a tungíase.

Foto: SESAI MS

No DSEI Yanomami, por exemplo, entre os dias 27 de janeiro e 3 de fevereiro, uma grande ação de combate a infecção causada pela pulga foi realizada por 35 profissionais. A atividade ocorreu na região do Polo Base Auaris, no noroeste de Roraima, bem próximo da fronteira com a Venezuela. Além do tratamento e da eliminação da pulga em humanos e animais, as equipes borrifaram o interior das moradias dos indígenas com um inseticida capaz de eliminar o inseto.

Os profissionais visitaram 546 indígenas do povo Sanumã, em seis aldeias. Pelo menos 43 indígenas, em sua maioria crianças, foram atendidos e receberam tratamento contra a infecção. Na região visitada, os profissionais também trataram 74 cães, que receberam um medicamento antipulga e anticarrapatos.

Foto: SESAI MS

EFETIVO E PARCERIA

Ao todo, atuaram na ação do DSEI Yanomami contra a tungíase um médico, três enfermeiros, um nutricionista, 18 técnicos de enfermagem e 12 Agentes Indígenas de Saúde. Além deles, outros quatro profissionais participaram da atividade, sendo duas veterinárias da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, um médico, professor da Universidade de Brasília (UnB) e outro veterinário, que realizam uma pesquisa sobre a tungíase no povo Sanumã.

Foto: SESAI MS

O produto usado no tratamento contra a tungíase foi doado pela organização não governamental alemã, Target Ruediger Nehberg, a partir da parceria com a Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI). A ONG doou 60 frascos de NYDA, sendo 30 frascos para o DSEI Yanomami e 30 frascos para o DSEI Xavante.

PUBLICADO POR:    SAÚDE INDÍGENA MINISTÉRIO DA SAÚDE  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: