Com apoio da Funai, projeto de implantação do Instituto Federal Rural Indígena avança em Roraima

A Fundação Nacional do Índio (Funai), em parceria com o governo de Roraima, está apoiando o projeto de implantação do Instituto Federal Rural Indígena. Fruto de uma iniciativa da Sociedade de Defesa dos Índios Unidos de Roraima (Sodiurr), que recentemente assinou a carta de anuência para a implantação do projeto, a instituição será pioneira na América Latina, possibilitando formação técnica e superior aos indígenas para que possam exercer atividades sociais e econômicas em todas as comunidades da Amazônia.

Foto: Mário Vilela/Funai

O instituto atenderá uma demanda antiga dos indígenas por formação de qualidade e com um local acessível às comunidades, tanto fisicamente quanto financeiramente. As obras serão realizadas pelo Poder Executivo estadual, com recursos do Ministério da Educação e de emendas parlamentares.

O Instituto Federal Rural Indígena irá atender, inicialmente, os três municípios com o maior percentual de indígenas da região Norte de Roraima: Uiramutã, Pacaraima e Normandia. Serão beneficiados mais de 14 mil moradores das Terras Indígenas Raposa Serra do Sol e São Marcos, pertencentes às etnias Macuxí, Ingaricó, Wapixana, Taurepang, dentre outras.

Segundo Irisnaide de Souza, presidente da Sodiurr, o avanço da iniciativa ocorre após 10 anos de discussão. “O instituto é inovador e muito importante para os indígenas de Roraima, e vai facilitar o estudo deles, que queriam ter uma oportunidade de cursar um nível superior mas não tinham condições. Isso é muito gratificante para todos nós indígenas, principalmente para a nossa associação Sodiurr, que vem lutando há muitos anos pela implantação de ensino”, destacou.

“Essa iniciativa trará mais do que conhecimento. Queremos, com essa instituição, levar esperança e dignidade para as comunidades indígenas”, pontuou o presidente da Funai, Marcelo Xavier.

Os próximos passos a serem desenvolvidos serão o estudo do melhor local para o instituto ser implantado, provavelmente na comunidade indígena Contão, localizada no município de Pacaraima. “O local é bem centralizado e dará acesso a todos os outros municípios que também vão ser atendidos com esse instituto”, explicou Irisnaide. Outro objetivo a longo prazo é de que, a cada ano, sejam ampliadas as oportunidades de cursos ofertados, de acordo com as necessidades dos indígenas.

Educação

Entre as prioridades da atual gestão da Funai está a ampliação do acesso dos indígenas à educação. A formação e qualificação de profissionais indígenas contribui para o desenvolvimento e autonomia das comunidades, e também para melhoria das condições de vida nas aldeias, além de fortalecer aspectos culturais relacionados aos usos, costumes e tradições.

A Fundação está qualificando e celebrando Acordos de Cooperação Técnica (ACT) com instituições de ensino que ofertam cursos diferenciados para indígenas. Entre as instituições parceiras, estão o Instituto Federal de Educação do Pará (IFPA), a Universidade do Estado do Mato Grosso (Unemat), o Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), o Instituto Federal de Educação do Amazonas (IFAM), a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e o Instituto Federal de Educação do Tocantins (IFTO). Os acordos já firmados contemplam centenas de estudantes indígenas, e a Funai trabalha para estabelecer outras parcerias a fim de ampliar o número de alunos indígenas beneficiados no país.

A Funai é também parceira na capacitação de indígenas em iniciativas que promovem sua autonomia o protagonismo, a exemplo de cursos de operação tratores e implementos agrícolas, realizados em conjunto com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). Outro exemplo é que, recentemente, com o apoio da Funai, dez indígenas que atuam na operação da balsa do Rio Xingu, no Mato Grosso, concluíram um curso de formação de aquaviários numa parceria com a Capitania Fluvial da Marinha do Brasil no estado.

Assessoria de Comunicação / FUNAI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*