Em Brasília, presidente da Funai recebe lideranças indígenas Munduruku

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Xavier, recebeu um grupo de representantes do povo Munduruku na tarde desta sexta-feira (18), na sede do órgão, em Brasília. Entre os assuntos discutidos, estão segurança e proteção das Terras Indígenas habitadas pela etnia e questões fundiárias.

Foto: Mário Vilela/Funai

A liderança indígena Alessandra Korap, do Médio Tapajós, estado do Pará, apresentou as reinvindicações da etnia, entre elas, reforço no combate a ilícitos na região, fortalecimento das ações de proteção territorial e ampliação do diálogo com a Funai. Xavier ouviu as demandas e recebeu um documento com as principais solicitações da comunidade, o qual foi encaminhado ao protocolo do órgão para as devidas providências.

Além do presidente da Funai, também compuseram a mesa de reunião o diretor de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável, Cleber Borges; o diretor de Proteção Territorial substituto, Alcir Amaral Teixeira; e a coordenadora-geral de Identificação e Delimitação, Maria Rita Alencar. A área técnica da Funai ficou à disposição das lideranças para tratar dos encaminhamentos da reunião, sendo que a fundação segue aberta ao diálogo com a etnia.

Na parte da manhã, Xavier recebeu a cacique Libiana, liderança indígena da etnia Guajajara, do Maranhão, que representa cerca de 120 aldeias. A cacique agradeceu o presidente da Funai pela atenção às causas indígenas e demonstrou total apoio à gestão de Xavier à frente da fundação. Durante o encontro, o presidente reforçou a parceria da Funai junto às comunidades nos projetos de etnodesenvolvimento.

Na quinta-feira (18), o presidente da Funai recebeu diversos representantes de comunidades do país, entre eles, seis indígenas as Terras indígenas São Marcos; Pimentel Barbosa e Parabubure, de Mato Grosso. Na pauta, foram tratados assuntos relacionados ao desenvolvimento sustentável como forma de ampliar a autonomia nas aldeias.

Xavier também se reuniu com o cacique Kotok Kamayurá e a liderança Tapi Yawalapiti, que vivem no Parque do Xingu, estado do Mato Grosso. Na ocasião, foram discutidos temas de interesse da comunidade, como o apoio a rituais tradicionais e atividades produtivas na região. Os indígenas apresentaram suas demandas ao presidente, que enfatizou a importância do diálogo e se comprometeu a apoiar as iniciativas.

O presidente da Funai recebeu ainda um grupo de lideranças da etnia Kaingang, da Região Sul do país, que manifestou apoio à atual gestão da Funai. Durante a reunião, os indígenas também pediram apoio a projetos produtivos a serem desenvolvidos na comunidade, localizada na Terra Indígena Guarita, no município de Tenente Portela (RS). O acesso a crédito também esteve na pauta.

Saiba mais clicando nos vídeos a seguir:

Indígenas Guajajara em apoio à Funai

Indígenas Xavante apoiam etnodesenvolvimento

Indígenas Kaingang manifestam apoio à Funai 

Assessoria de Comunicação / Funai – Publicado em 18/06/2021 18h18  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*