Covid-19: ações da Funai de enfrentamento à pandemia seguem em todo o país

Balanco-420- 2
Foto: Divulgação/Funai

Entre as medidas, está a entrega de cestas básicas a indígenas em situação de vulnerabilidade social. Mais de 420 mil cestas já foram distribuídas desde o início da pandemia. A iniciativa colabora para a segurança alimentar das famílias e para que elas permaneçam nas aldeias, evitando, assim, o contágio pela covid-19.

Outra medida é a entrega de ferramentas, mudas e sementes para apoiar atividades tradicionais dos indígenas, o que também contribui para a autonomia e geração de renda das famílias. Ainda no mês de março, a Funai já havia suspendido as autorizações para ingresso em Terras Indígenas e, atualmente, participa de 311 barreiras sanitárias para impedir a entrada de não indígenas nesses territórios. Cerca de R$ 28 milhões foram investidos pela fundação no combate à doença.

guarita cp ed
Foto: Divulgação/Funai

No âmbito da fiscalização, foram realizadas 184 ações em 128 Terras Indígenas para coibir ilícitos, como extração ilegal de madeira, atividade de garimpo e caça e pesca predatórias, a um custo de R$ 3,3 milhões. A fundação participa também da Operação Verde Brasil 2, deflagrada pelo governo federal para executar ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais na Amazônia Legal.

Além disso, a Funai já entregou quase 69 mil kits de higiene e limpeza a indígenas, a fim de reforçar a adoção de medidas preventivas. O órgão promove ainda ações de orientação junto às comunidades sobre os protocolos de saúde. Os servidores da fundação vêm atuando na conscientização dos indígenas para que eles evitem as aglomerações e o deslocamento para os centros urbanos durante a pandemia.

Para fortalecer a autonomia indígena, cerca de R$ 10,4 milhões foram investidos em ações de etnodesenvolvimento, visando ao apoio às atividades de piscicultura, roças de subsistência, colheita de lavouras, confecção de máscaras de tecido e artesanato, produção agrícola, casas de farinha, entre outros. A intenção é fazer com que os indígenas mantenham a produção, além colaborar para que, no pós-pandemia, as etnias invistam em processos de geração de renda, incluindo atividades atualmente suspensas, como visitação turística e festividades.

Atendimento 

Os indígenas contam ainda com uma Central de Atendimento específica para solicitações relacionadas ao combate à covid-19 para que as demandas cheguem mais rápido aos órgãos competentes. As informações podem ser encaminhadas para os telefones (61) 99622-7067 e (61) 99862-3573, por meio de mensagem de texto e aplicativo WhatsApp, ou ainda pelo e-mail covid@funai.gov.br.

Balanco 420
Foto: Divulgação/Funai

Funai no combate ao coronavírus 

• R$ 28 milhões investidos em ações preventivas
• 420 mil cestas entregues a indígenas (recursos próprios, doações e cestas adquiridas com recursos do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos)
• 68,8 mil kits de higiene e limpeza distribuídos a indígenas de todo o país
• R$ 10,4 milhões investidos em ações de etnodesenvolvimento
• Central de Atendimento da Funai à Covid-19
• Suspensão das autorizações para ingresso em Terras Indígenas
• Suporte a 311 barreiras sanitárias
• 184 ações de fiscalização em 128 Terras Indígenas
• 200 mil itens de EPIs enviados às unidades descentralizadas

Assessoria de Comunicação / Funai

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.