Brasil deve notificar países atingidos pela exploração de petróleo nos Corais da Amazônia e retirar região dos leilões da ANP

Recomendações enviadas ao MRE e à ANP pedem cautela e apreço pela preservação ambiental na foz do rio Amazonas

Imagem: Divulgação Greenpeace

Imagem: Divulgação Greenpeace

Leia mais »

Corais da Amazônia se estendem até Guiana Francesa

Imagem dos Corais da Amazônia na Guiana Francesa, feita durante expedição com o navio Esperanza (Foto: ©Greenpeace)
Crédito obrigatório: Divulgação/Greenpeace

Localizado primeiramente na costa norte do Brasil, recife cobre área muito maior do que se imaginava. Região poderá receber plataformas de exploração de petróleo.

Leia mais »

O gigantesco – e ainda misterioso – recife de corais encontrado na foz do rio Amazonas

A cada segundo, o rio Amazonas, o maior do planeta, despeja no mar 200 mil metros cúbicos de água – 60 vezes mais do que a vazão do rio Nilo.

Toda essa água penetra oceano adentro por até 400 km, formando uma pluma de água doce, rica em sedimentos e de aparência barrenta, com até 25 metros de espessura. Ela bloqueia a maior parte da luz do Sol, deixando a região abaixo numa penumbra, que, em alguns locais, recebe apenas 2% luminosidade normal.

Leia mais »

Recifes de corais da Amazônia são seis vezes maiores do que estimado

Conjunto de esponjas-do-mar, estrela cesto e um peixe mariquita (Holocentrus adscencionis) ©Greenpeace

Na semana passada, o MPF no Amapá recomendou ao Ibama que negue licença para exploração de petróleo na foz do Rio Amazonas. Área recém descoberta possui ecossistema singular, com características ainda não encontradas no planeta. 

Leia mais »

Corais da Amazônia: MPF recomenda ao Ibama negar licença de exploração à empresa Total

Foto: Divulgação/Greenpeace

O Ministério Público Federal (MPF) no Amapá recomendou ao Ibama indeferir licença para exploração de petróleo na foz do rio Amazonas solicitada pela Total E&P do Brasil. O MPF considera insuficiente o Estudo de Impacto Ambiental (EIA) na região onde foram identificados recifes de corais e ecossistema ainda desconhecido. A recomendação foi expedida nesta quarta-feira (18). 

Leia mais »

Matsés piden anular lotes petroleros superpuestos a sus territorios

Foto: tambosmatses.pe

El pueblo indígena Matsés, cuyo territorio ancestral se ubica en la región Loreto, en la frontera con Brasil, lleva más de 10 años en esta exigencia al Estado peruano que ignora su alerta y amenaza con dar en licitación los lotes petroleros 135 y 137 ubicados en sus territorios.

Leia mais »

Amazon’s indigenous people hunt animals feeding in areas contaminated by oil spills

Contaminación Amazonas

A study by the ICTA-UAB and the UAB Department of Animal Health and Anatomy demonstrates that the main species hunted by the indigenous popoulations of the Peruvian Amazon ingest water and soil contaminated with hidrocarbons and heavy metals.

Leia mais »

Indígenas em pé de guerra: a batalha pela Amazônia no Equador

A Amazônia equatoriana está em perigo. Seus habitantes há anos lutam contra as ameaças que se abatem sobre os últimos povos indígenas da região. A causa é o petróleo, o ouro e o cobre guardados em suas profundezas.

© Fornecido por El Pais Brasil

Leia mais »

Ibama rejeita definitivamente exploração de petróleo nos corais do Amazonas

O Ibama publicou nessa terça-feira (29) um parecer que rejeita definitivamente o pedido da empresa francesa Total para explorar de petróleo nos corais da Amazônia.

Leia mais »

Nota sobre exploração de petróleo na foz do Amazonas

Considerando as últimas notícias publicadas na imprensa acerca do processo de licenciamento da empresa Total E&P Brasil LTDA sobre a exploração de petróleo na foz do Amazonas, faz-se necessário tecer alguns esclarecimentos.

Leia mais »

Petroperú denuncia nuevo atentado contra el oleoducto nor peruano

El oleoducto nor peruano sufrió ayer un nuevo atentado, lo que demandó la reacción inmediata de Petroperú activando el Plan de Contingencias y movilizando personal a la zona para evitar que se expanda la mancha de crudo.

Leia mais »

Nova era do petróleo na Foz do Amazonas dispara alerta por ameaça a ecossistemas

Sentada à mesa em sua pequena e bucólica ilha no rio Oiapoque, exatamente entre o Brasil e a Guiana Francesa, a moradora brasileira mais ao norte do país, Valéria Leal, reflete sobre a retomada da exploração de petróleo na região amazônica do Amapá.

Ela teme que o Estado, que abriga um dos maiores berçários de vida marinha e de floresta preservada do mundo, fique apenas com os riscos ambientais da atividade petrolífera, uma preocupação de muitas comunidades, como pescadores e indígenas.    Leia mais »

De Paris ao Oiapoque, descubra os planos da empresa Total no Brasil em mapa virtual

Para entender os planos da petrolífera francesa no Brasil e o que está em jogo, o Greenpeace preparou um mapa virtual, tendo como ponto de partida a sede da empresa, em Paris, com destino ao Oiapoque, no encontro do Rio Amazonas com o Oceano Atlântico.

Leia mais »

MPF/AP quer a suspensão da exploração de petróleo na foz do rio Amazonas

O Ministério Público Federal no Amapá (MPF/AP) recomendou ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) que suspenda a exploração de petróleo na foz do rio Amazonas, até que sejam avaliados os impactos da atividade na barreira de corais existente na região. A recomendação, enviada em 3 de maio, quer ainda que seja reaberto e revisto o processo de licenciamento ambiental que autorizou a perfuração marítima no local. 

Leia mais »

Russos levam o sonho do petróleo de volta ao coração da Amazônia

O início de perfuração do Buriti 1, primeiro poço da petroleira Rosneft na Amazônia, renovou a esperança dos moradores de Carauari, município às margens do Rio Juruá — a meia hora de avião (786 km em linha reta), ou a dois dias de barco de Manaus (1.676km) — de que os investimentos russos deem finalmente um impulso na economia local. No início dos anos 1980, a Petrobras realizou pesquisas de petróleo e gás no município, mas bateu em retirada para Coari, a 650km da capital, onde centralizou os trabalhos da Província Petrolífera de Urucu, hoje a maior reserva terrestre de gás do país. Agora, com a chegada dos russos à região, Carauari aguarda ansiosa a promessa de instalação de uma nova termelétrica no município. 

Leia mais »