MPF participa de assembleia dos povos indígenas Karib em Nhamundá (AM)

Um dos principais temas foi a reivindicação da finalização do processo de demarcação da terra indígena Kaxuyana-Tunayana; evento reuniu representantes de cerca de 10 povos indígenas

Foto: MPF/AM

O Ministério Público Federal (MPF) realizou visita in-loco aos povos indígenas da região de Nhamundá (distante 302 quilômetros de Manaus) e participou da 7º Assembleia Geral dos Povos Karib. A região é chamada pelos indígenas locais de território Wayamu e compreende as terras indígenas Nhamundá-Mapuera, Trombetas-Mapuera e Kaxuyana-Tunayana.

O procurador da República Fernando Soave, que atua na temática indígena, representou o MPF durante os cinco dias de debates, entre 21 e 25 de março. A principal pauta do evento foi a reivindicação do processo de demarcação da terra indígena Kaxuyana-Tunayana. A finalização do processo ainda depende de demarcação física e homologação presidencial. Os povos indígenas também discutiram sobre a não permissão de mineração em terras indígenas, além de questões envolvendo educação, saúde, turismo e geração de renda.

Participaram do evento os povos Hexkaryana, Xerew, Waiwai, Katwena, Tunayana, Katxuyana, Kahyana, Tixkyana, Mînpoyana, Parukwoto, Mawayana e Xowyana. Na Assembleia, foram entregues o Plano de Gestão Territorial e Ambiental do Território Wayamu e o Protocolo de Consulta.

Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no Amazonas –  MPF 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: