Funai adquire rastreadores via satélite para aprimorar ações de proteção territorial

A Fundação Nacional do Índio (Funai) adquiriu 62 rastreadores via satélite para serem utilizados em ações de fiscalização e vigilância em Terras Indígenas da Amazônia Legal. A iniciativa visa otimizar os trabalhos e aprimorar atividades como monitoramento, comunicação e mapeamento geográfico durante as operações de proteção territorial.

Postada em: FUNAI

O objetivo também é aumentar a segurança dos servidores, pois o equipamento permite verificar a localização das equipes, que podem enviar mensagens durante as ações em campo. Os equipamentos foram adquiridos com recursos da Coordenação-Geral de Monitoramento Territorial (CGMT) e da Coordenação-Geral de Índios Isolados e de Recente Contato (CGIIRC), com apoio da Coordenação-Geral de Geoprocessamento, todas vinculadas à Diretoria de Proteção Territorial (DPT).

Os dispositivos serão manuseados por servidores da Sede e das unidades descentralizadas da Funai nos diferentes estados envolvidos em ações fiscalizatórias e de combate a ilícitos. Parte dos itens serão destinados às 11 Coordenações das Frentes de Proteção Etnoambiental, descentralizadas em 29 Bases de Proteção Etnoambiental (Bapes) instaladas estrategicamente em Terras Indígenas da Amazônia Legal, e parte a Coordenações Regionais (CRs) dos estados do Pará, Mato Grosso, Rondônia, Amazonas e Acre.

“O envio de 31 rastreadores para as Frentes de Proteção Etnoambiental (FPEs) tem como finalidade manter a eficácia das ações finalísticas de monitoramento territorial de grupos indígenas isolados e também de promoção dos direitos de comunidades de recente contato”, explica o coordenador-geral substituto de Índios Isolados e de Recente Contato da Funai, Geovanio Oitaia Pantoja.

Na quinta-feira (24), no auditório da Sede da fundação, em Brasília, servidores da CGIIRC e da CGMT participaram de um treinamento voltado a instruções de manuseio e operação do equipamento, que apresenta, entre outras funcionalidades, a geração de relatórios e a transmissão de coordenadas no Sistema de Posicionamento Global (GPS).

Estiveram presentes também servidores das CRs Centro Leste do Pará (PA), Cuiabá (MT), Ji-paraná (RO), Médio Purus (AM), Alto Solimões (AM), Guajará-Mirim (RO), Alto Purus (AC), Rio Negro (AM), Cacoal (RO) e Baixo Tocantins (PA) e das FPE’s Awá, Cuminapanema, Envira, Guaporé, Madeirinha Juruena, Madeira Purus, Médio Xingu, Uru-Eu-Wau-Wau, Vale do Javari e Yanomami e Ye´kuana. Para essas equipes, os comunicadores são fundamentais, tendo em vista a realização de trabalhos em locais remotos, de difícil acesso e fora do alcance de cobertura da rede de celular.

Assessoria de Comunicação / FUNAI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: