Covid-19 continua a avançar em comunidades indígenas e mata duas pessoas por dia

Após quase seis meses de pandemia no Brasil, governo federal ainda discute planos de proteção

Quase seis meses após a chegada do novo coronavírus ao Brasil, a Covid-19 segue se espalhando pelas comunidades indígenas e provocando mortes. A cada dia, dois índios morrem em decorrência da doença nas aldeias.

Mesmo com a gravidade, o governo ainda está na fase de discussão de projetos para proteger a população indígena, apesar de decisões que o obrigam, proferidas pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

Dados da Sesai (Secretaria de Saúde Indígena) apontam 352 mortes de índios em decorrência da Covid-19 nas aldeias e um total de 21.064 casos confirmados da doença, até sexta-feira (21). A cada hora, cinco indígenas são contaminados.

Veja o texto na íntegra: Folha de S. Paulo 

PUBLICADO EM:     JORNAL DA CIÊNCIA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.