Roraima exporta 194 kg de ouro à Índia sem ter nenhuma mina operando legalmente

Vendas ocorrem enquanto Terra Indígena Yanomami enfrenta maior invasão de garimpeiros desde os anos 1990; autoridades investigam possível fraude para ‘esquentar’ ouro extraído ilegalmente do território e abastecer indústrias de joias na Índia.

Policiais federais, procuradores e técnicos da Agência Nacional de Mineração (ANM) tentam decifrar um enigma: como o ouro se tornou em 2019 o segundo maior produto de exportação de Roraima sem que o Estado tenha uma única mina operando legalmente?

As exportações têm como destino quase exclusivo a Índia e ocorrem enquanto a Terra Indígena Yanomami, parcialmente localizada em Roraima, enfrenta a maior invasão de garimpeiros desde sua demarcação, nos anos 1990 – o que leva autoridades ouvidas pela BBC News Brasil a afirmar que o ouro exportado está sendo retirado ilegalmente do território indígena.

Há décadas Roraima lida com garimpos ilegais, atividade associada a graves danos ambientais e sociais. Mas o ouro extraído dessas áreas costumava ser negociado no mercado negro e sua origem não aparecia nas estatísticas do governo.

João Fellet – @joaofellet – Da BBC News Brasil em São Paulo

A REPORTAGEM COMPLETA ESTÁ DISPONÍVEL EM:

TERRA_RORAIMA_EXPORTA _OURO

https://www.bbc.com/portuguese/internacional-48534473

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.