PA – Índios sob suspeita

Os índios da etnia Tembé, que habitam a Terra Indígena (TI) Turé-Mariquita, retêm 15 veículos do polo de produção de dendê Vera Cruz, da empresa Biopalma, no município de Acará. Segundo informações de funcionário da Biopalma, que não quis se identificar, o clima na região está tenso, pois os índios renderam os motoristas com armas de grosso calibre, segundo este relato, obrigando os funcionários da Biopalma a ir até a tribo deixar os veículos. A empresa e os caminhões que levam mantimentos também estariam sendo saqueados. Os índios teriam retido 11 tratores, três pickups marca Hilux e um carro Fiat Strada. A Fundação Nacional do Índio (Funai) e a delegacia de Tomé-Açu, para onde os registros estariam sendo destinados, não confirmaram os fatos. Não foi possível entrar em contato com os líderes tembés para esclarecer os fatos.

Um dos mais recentes conflitos, segundo relato do funcionário, ocorreu na última sexta-feira, dia 17, quando quatro índios armados invadiram a sede do polo Vera Cruz no momento em que aproximadamente mais de 100 funcionários estavam saindo do serviço. “Na última sexta-feira, eles fecharam a saída e nós saímos correndo pulando para dentro do ônibus. Foi uma correria”, relatou o funcionário. Em outra ocasião, os índios tembés saquearam um caminhão que transportava frango para abastecer a Biopalma, relatou a testemunha.

Ainda segundo o funcionário, a orientação da empresa era somente para que ninguém reagisse. Os trabalhadores do polo Vera Cruz teriam sido dispensados ontem por causa dos conflitos. “Quem sabe a Biopalma não tem uma decisão para gente. Nós não sabemos se vamos voltar a trabalhar amanhã. Eles também saquearam a fazenda Três Irmãs. Quando todo mundo chegou para tomar café, o pessoal foi informado de que não teria nada, porque os índios tinham levado. Enquanto isso, a gente apanha de índios e não pode fazer nada”, denunciou a fonte.

A Biopalma, empresa pertencente ao grupo Vale, informou por meio de nota que obteve na última sexta-feira liminar de reintegração de posse dos quatro veículos e 11 equipamentos agrícolas de sua propriedade, em poder de índios da TI Turé-Mariquita há 11 dias. As providências estão sendo tomadas pela Justiça para efetivo cumprimento da decisão liminar.

A empresa esclareceu que mantém um diálogo permanente com a comunidade indígena, além de desenvolver projetos sustentáveis nas áreas de saúde, educação, segurança alimentar, infraestrutura de acesso e saneamento básico em conformidade com a orientação da Fundação Nacional do Índio (Funai). E disse também que as atividades da empresa transcorreram normalmente ontem. “A Biopalma repudia ações que coloquem em risco a integridade física de seus empregados e prestadores de serviços, uma vez que os veículos e máquinas foram retidos quando os trabalhadores se encontravam no pleno exercício de suas atividades”, finaliza a nota.

Tembé retêm veículos da Biopalma no município de Acará 

VER MAIS EM:

http://www.ormnews.com.br/noticia/indios-sob-suspeita#.VEeuLiLF-1o

http://www.ormnews.com.br/noticia/tembes-retem-veiculos-da-biopalma-no-municipio-de-acara#.VEevfSLF-1o

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*