MRN realiza Workshop de Reabilitação de Áreas Alteradas pela Mineração

De 25 a 27 de março a Mineração Rio do Norte realizou o 1º Workshop de Reabilitação de Áreas Alteradas pela Mineração. A programação contou com a participação de pesquisadores de renome nacional e internacional, além de consultorias especializadas em meio ambiente da MRN.  

As discussões do Workshop foram divididas em quatro temas: Preparo de Área de Drenagem, Viveiro Florestal, Reflorestamento e recuperação de Tanques de Rejeito. Para Eduardo Simões, gerente do Departamento de Controle Ambiental, o resultado do evento superou as expectativas.  

“O evento foi muito positivo, pois conseguimos materializar algumas inovações relacionadas aos processos ambientais. Agora, precisamos nos debruçar sobre as questões levantadas e definir quais temos condições de trabalhar em curto prazo e elaborar planos de ação com base no que foi discutido”, afirmou.  

Para Francisco Esteves, professor e pesquisador da área de Ecologia Aquática da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), as discussões servirão para melhorar ainda mais o que a MRN já desenvolve em termos de processos ambientais. “Esse workshop é um momento muito importante para toda a comunidade científica aqui de Porto Trombetas para avaliar os trabalhos que estão sendo realizado e, também, sugerir eventuais modificações no sentido de melhorar ainda mais os procedimentos. A MRN é uma empresa pioneira na gestão dos recursos naturais e sempre se preocupa em promover o uso dos mesmos da maneira mais sustentável possível. Ela vem, ao longo dos anos, sendo um exemplo no Brasil”, avaliou.  

Nos demais dias do Workshop os participantes visitaram as áreas produtivas da Mineração Rio do Norte, onde todos puderam conferir o processo de reflorestamento e o cultivo de mudas da flora nativa.

Érica Sant Ana Palhares

Assessoria de Imprensa / Mineração Rio do Norte S.A

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.