PA – Índios Kayapós do oeste afirmam que não foram consultados sobre Belo Monte

Em ofício enviado para a presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Maria Marta do Amaral, índios Kayapós que vivem na margem oeste do rio Xingu, afirmam que não foram consultados sobre as obras da usina hidrelétrica de Belo Monte, conforme consta no plano de comunicação do licenciamento ambiental.

Segundo o licenciamento do consórcio responsável pela obra, a comunicação teria sido realizada em junho de 2009, no entanto, segundo os indígenas ela só foi realizada com os povos da margem leste.

Os indígenas da margem oposta, representados pelo instituo Kabu, somente souberam da construção da usina, após encontro um encontro realizado entre as aldeias. Esse encontro ocorreu em Novo Progresso, na sede do Instituto, e teve como objetivo a troca de experiências na execução de projetos/convênios com recursos federais.

Durante a reunião foram informados que a reunião de comunicação do foi realizada na aldeia Kikretum quando a FUNAI e Eletrobras foram dizer que Belo Monte não afetaria aos Kayapos e por isso não teriam direito a nenhuma compensação. Na ocasião os povos indígenas do leste reforçaram que continuariam contrários ao megaempreendimento.

Os indígenas pedem a presença imediata da Funai e da Eletrobras na aldeia Kubenkofre. – Leia o documento na íntegra

FONTE :  http://amazonia.org.br/2012/07/%c3%adndios-kayap%c3%b3s-do-oeste-afirmam-que-n%c3%a3o-foram-consultados-sobre-belo-monte/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.