Fórum de Acervos Arqueológicos reúne pesquisadores de todo Brasil em Belém

Com o tema “Interdisciplinaridade e Interculturalidade nas práticas de gestão de acervos arqueológicos” o 5º Fórum de Acervos Arqueológicos acontece de 16 a 19 de novembro e reúne pesquisadores de várias regiões brasileiras para debater como conservar, compartilhar e garantir a segurança dos acervos de arqueologia do país.

Agência Museu Goeldi – A arqueologia está presente no cotidiano da Amazônia. Seja como referência para a produção cultural de artesanatos, cerâmicas e moda. Seja na pesquisa científica que testemunha a longa ocupação da região por diferentes povos ao longo da história e ajuda a compreender as mudanças pelas quais passam seus territórios. E é na cidade amazônica de Belém (PA) que será realizado o 5º Fórum de Acervos Arqueológicos, de 16 a 19 de novembro de 2022. O fórum é dedicado a reunir profissionais de vários lugares do país dedicados ao trabalho com a arqueologia em diferentes campos, como conservação, museologia e educação. A programação contará com apresentação de pôsteres, vídeo-posteres, instalações artísticas e workshops. As inscrições para apresentação de trabalhos no evento já se encerraram, mas ouvintes poderão se inscrever presencialmente durante a realização das atividades. Mais informações pelo e-mail acervos.arqueologicos.forum@gmail.com.

Realizado anualmente, o Fórum é organizado por dois coletivos: o Grupo de Trabalho de Acervos Arqueológicos da Sociedade de Arqueologia Brasileira (SAB) e a Rede de Museus e Acervos de Arqueologia e Etnologia (RMAAE). Sua última edição foi totalmente online por conta da pandemia de Covid-19. Sua retomada presencial acontece em Belém e será sediada pelo Museu Paraense Emílio Goeldi, a Universidade Federal do Pará e a Secretaria de Cultura do Pará.

Cada um dos quatro dias do Fórum acontece em um local diferente: o primeiro dia no Campus de Pesquisa do Museu Goeldi, o segundo dia no Museu do Estado do Pará, o terceiro dia no Instituto de Ciências Jurídicas da UFPA, e o quarto e último dia no Centro Cultural Palacete Faciola.

“Não é a toa que Belém recebe a quinta edição do Fórum. Belém respira arqueologia e os acervos arqueológicos estão espalhados em muitas instituições em todo o estado”, diz uma das organizadoras do evento, a arqueóloga Helena Pinto Lima, que é curadora da coleção arqueológica da Reserva Técnica Mário Ferreira Simões, do Museu Goeldi.

Fórum – O tema do 5º Fórum de Acervos Arquelógicos é “Interdisciplinaridade e Interculturalidade nas práticas de gestão de acervos arqueológicos”. De acordo com a pesquisadora Helena Pinto Lima, “esse tema foi escolhido coletivamente e demonstra a preocupação com a formação de profissionais melhor preparados para lidar tanto com questões técnicas, quanto com questões éticas que envolvem a gestão desses acervos arqueológicos”, explica.

Ao final do Fórum, será elaborada uma carta que sintetiza as discussões realizadas no evento e propõe encaminhamentos para lidar com os desafios compartilhados pelos participantes. Clique aqui para conferir os documentos das edições anteriores do Fórum.

Acervos – Os acervos arqueológicos são espaços que reúnem bens de interesse da pesquisa arqueológica e preservam dados para pesquisas futuras. Esses bens são diversos: amostras de solo, documentos, mapas e diferentes itens encontrados em sítios arqueológicos, como cerâmicas, artefatos em pedra e outros materiais. Esses espaços vão desde coleções estruturadas como a Reserva Técnica do Museu Goeldi, que guarda aproximadamente 120 mil objetos (inteiros e fragmentados) e aproximadamente 2 milhões de fragmentos procedentes de diversas regiões da Amazônia, até outros espaços como secretarias municipais de cultura sem muita estrutura para salvaguardar itens resultantes de pesquisa arqueológica em seu território. Em comum, esses diferentes acervos possuem desafios técnicos: a falta de pessoal treinado e infraestrutura. Mas também potencialidades para contribuir com o conhecimento de nossa história e cultura e o reconhecimento do papel de povos e comunidades tradicionais no Brasil.

Texto: Uriel Pinho – MUSEU GOELDI

Serviço

5º Fórum de Acervos Arqueológicos

16 a 19 de novembro, Belém (PA)
Local: Campus de Pesquisa do Museu Goeldi, Museu do Estado do Pará, Instituto de Ciências Jurídicas da UFPA, e Centro Cultural Palacete Faciola.
Inscrições: Gratuitas para ouvintes, realizadas presencialmente durante as atividades
Mais informações: acervos.arqueologicos.forum@gmail.com
Confira também o site do evento:
www.acervosarqueologicos.wordpress.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: