Índice de vacinação dos indígenas atendidos pela SESAI – atualizada

A Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI), do Ministério da Saúde, informa que, até 28 de janeiro de 2022, 91% da população indígena acima de 18 anos recebeu a 1ª dose da vacina contra a covid-19 e 85% dessa mesma população recebeu a segunda dose. Em relação à dose reforço (3ª dose), o percentual é de 35% na população acima de 18 anos.

Foto: Luís Oliveira/Sesai/MS

Já em relação à vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos, 71% dos indígenas receberam a primeira dose e 25% a segunda dose. A vacinação na população infantil, de 5 a 11 anos, é recente, mas, até o momento, mais de 7 mil indígenas já receberam a primeira dose do imunizante.

Para que os profissionais das Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena (EMSI) consigam chegar às aldeias com as vacinas, muitas vezes enfrentam dificuldades logísticas por via fluvial e aérea. A operacionalização da vacinação pode ser complexa devido a fatores como diversidade cultural, dispersão geográfica, rotatividade dos recursos humanos contratados, dificuldade na coleta, registro e análise dos dados e a necessidade de acondicionamento, conservação e transporte, em condições especiais, dos imunobiológicos.

É importante lembrar que a validação dos dados de vacinação em população indígena segue uma logística diferenciada da população não-indígena. Isso acontece porque as Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena (EMSI) ficam em área de 20 a 30 dias. E somente após o retorno para o DSEI é que os dados são computados e validados. Fazendo, assim, que os índices apresentem um pequeno atraso na divulgação.

É importante ressaltar, ainda, que a diferença entre os percentuais se deve também ao intervalo de no mínimo 8 semanas entre as doses.

PRIORIDADE

O Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 definiu como grupo prioritário os povos indígenas atendidos pelo Subsistema de Atenção à Saúde Indígena do SUS (SASISUS), incluindo as especificidades decorrentes da ADPF nº 709 (ADPF). Destaca-se que todas as 907 mil doses para a população indígena como grupo prioritário foram enviadas na sua totalidade para o referido público-alvo dos 34 Distritos em 18 de janeiro de 2022.

CAMPANHAS DE CONSCIENTIZAÇÃO

A imunização nos Distritos é uma das ações prioritárias, ocorrendo de forma ampliada e transversal, transcorrendo todo o curso de vida do indivíduo, sendo uma das intervenções mais importantes.

Com relação à covid-19, observou-se, no início da campanha, a necessidade de promover ações quanto à eficácia da vacina, o que gerou aumento na adesão à vacinação.

Desde o ano passado, os DSEI vêm realizando um trabalho de conscientização nas aldeias por meio de campanhas educativas, publicações nas diversas línguas e vídeos com depoimentos de indígenas reforçando as medidas de proteção e combate à covid-19.

As Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena seguem realizando busca ativa para que todos os indígenas sejam vacinados.

Além das ações rotineiras de sensibilização, cada DSEI elaborou três instrumentos visando ao alcance das metas refletindo na maior adesão à vacina: Plano de vacinação, Plano de Sensibilização e Plano Estratégico para vacinação em áreas de difícil acesso geográfico.

Contato:
Núcleo de Comunicação/NUCOM – SAÚDE INDÍGENA – MINISTÉRIO DA SAÚDE
Telefones: (61) 3315-3325/3315-3878
E-mail: comunicacao.sesai@saude.gov.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: