Imazon integra projeto para desenvolvimento de cadeias de produtos da floresta no Norte do Pará

A Associação dos Moradores da Comunidade do Jaramacaru e Região (ACAJE) realizou no último domingo (30) encontro com comunitários e parceiros para discutir o uso dos recursos naturais na Floresta Estadual (Flota) do Trombetas, unidade de conservação de uso sustentável, no âmbito do projeto “O uso das geotecnologias no apoio à Gestão dos Produtos da Sociobiodiversidade e Proteção Territorial”, apoiado pelo Legado Integrado da Região Amazônica (Lira).

Foto postada por: IMAZON

O Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) integra projeto de apoio técnico às cadeias de produtos da floresta no Norte do Pará e participou do evento, com a presença da pesquisadora Jakeline Pereira. “A Flota do Trombetas estava fechada há quase dois anos por conta dos riscos de contágio da Covid-19 o povo Zoé, que são isolados e vivem próximo ao local onde é feita a coleta da castanha-do-Pará pelos extrativistas. Então, no encontro conversamos sobre a retomada da coleta de castanha na Flota, autorizada a partir de segunda-feira (31)”, explica a pesquisadora.

“Como entidade parceira da ACAJE, vamos atuar ainda no mapeamento dos usos dos castanhais na Flota do Trombetas e também da atividade extrativista do cumaru, capacitação técnica para uso de drone e GPS, formar uma turma de Agentes Ambientais Comunitários e fortalecer a cadeia da castanha, com incentivo à comercialização e boas práticas, regras de uso do território”, destaca Jakeline Pereira.

De acordo com Alberto Sampaio, diretor da ACAJE, o projeto é importante para equipar a entidade com equipamentos de proteção individual, aparelhos de georreferenciamento, e também para capacitações em áreas como revisão estatutária, prestação de contas, empreendedorismo, associativismo e redação oficial.

O projeto, que é realizado com recursos do Fundo Amazônia e da Fundação Gordon and Betty Moore, terá a duração de 18 meses e as atividades serão desenvolvidas em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (IDEFLOR-Bio); a Polícia Militar Ambiental do Estado do Pará, a Prefeitura Municipal de Óbidos, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma); Prevfogo (IBAMA); e a Prefeitura Municipal de Oriximiná, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma).

PUBLICADO POR:      IMAZON

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: