Abordagem da PRF termina com nove detidos, combustível, barco e diversos equipamentos de garimpo apreendidos

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, nesta sexta-feira (07), nas proximidades do rio Uraricoera, mais de 1,3 mil litros de gasolina, uma embarcação e diversos equipamentos que seriam utilizados no garimpo ilegal.

Durante serviço de ronda, na altura do km 582 da BR 174, a equipe observou uma movimentação suspeita de pessoas em um bar, às margens do rio Uraricoera. Os agentes se aproximaram da aglomeração e, diante da presença policial, rapidamente, diversos indivíduos fugiram para a mata e outros empurraram as embarcações, repletas de carotes, de volta ao rio. Porém, apesar da evasiva da maioria dos envolvidos, os PRF’s abordaram e conseguiram deter três homens no local.

Após buscas nas redondezas, foi localizado um veículo que continha cerca de 950 litros de gasolina e uma carcaça de bomba draga, equipamento comumente utilizado nas atividades de garimpagem. Também, foi identificado nas imediações do bar, um alojamento onde estavam armazenados outros 330 litros de gasolina e mantimentos. Dois homens se apresentaram como responsáveis pelos materiais e afirmaram que levariam o carregamento para uma região onde ocorrem as atividades do garimpo.

Durante o procedimento de abordagem, um VW / JETTA, com quatro passageiros, se aproximou da equipe. Os ocupantes do veículo foram identificados pelos homens, anteriormente abordados, como seus patrões no garimpo e também foram detidos no local.

Às margens do rio, os policiais encontraram ainda 35 carotes vazios, 10 botijas de gás, motores de popa, hélices, aparelhos celulares e mais carcaças de bombas draga.

 

Os nove envolvidos e todo o material apreendido foram entregues no 5 ° Distrito Policial em Boa Vista, por suspeita de envolvimento nos delitos de exploração de recursos minerais sem autorização e de transportar ou ter em depósito produto ou substância tóxica em desacordo com a legislação vigente.

Núcleo de Comunicação-PRF / RR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.