Instituições unidas pelo ambientalismo de resultado

Reunião realizada em Cuiabá teve como objetivo discutir estratégias de combate ao desmatamento ilegal.

Foto

Divulgação

Os comandantes das Polícias e Corpos de Bombeiros Militares dos estados da Amazônia Legal estiveram reunidos, nos dias 20 e 21 de novembro, no Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR) de Cuiabá (MT), para discutir estratégias e elaborar o planejamento de cooperação técnica entre os órgãos federais e estaduais em prol da tolerância zero contra o desmatamento ilegal.

O encontro foi realizado na mesma semana em que o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, juntamente com os nove governadores da Amazônia Legal e deputados e senadores dos estados da região amazônica lançaram, em Brasília, o Pacto pelo Ambientalismo de Resultado, iniciativa que busca promover o desenvolvimento sustentável da região, além do combate aos crimes ambientais.

Em Cuiabá, durante o encerramento do encontro com os comandantes, o ministro Salles e o governador do Mato Grosso, Mauro Mendes, reiteraram a importância da parceria de todos os estados.

Segundo Salles, os comandantes da Amazônia têm o apoio total do Governo Federal. “Esse trabalho é importante e temos investido tanto em prevenção quanto em equipamentos”, afirmou.

Iniciativas

A intenção do ICMBio é implantar em 2020 um programa de controle de metas e ações, que busquem reduzir as ações degradativas nessa região por meio da articulação do trabalho integrado entre as instituições federais e estaduais (Ministério do Meio Ambiente, ICMBio, Ibama, Polícias Militares Ambientais e Corpos de Bombeiros Militares), compartilhando planejamentos, recursos e ações.

Segundo o presidente do ICMBio, Homero de Giorge Cerqueira, dentro do Plano Gestão Integrada os recursos humanos, financeiros e materiais serão distribuídos de acordo com as características e peculiaridades de cada estado.

O plano é uma compilação de estratégias inteligentes, desenvolvidas com base nas realidades locais, em que os Planos de Ações Integrados são o eixo central da sistemática que os gestores das áreas deverão elaborar e manter atualizados para acompanhar a dinâmica da degradação ambiental e suas diversas variáveis.

Comunicação ICMBio
(61) 2028-9280

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.