Garimpos ilegais são fechados e multados na divisa do Amapá com a Guiana Francesa

Garimpo ilegal multado em Oiapoque no Amapá — Foto: Divulgação
Garimpo ilegal multado em Oiapoque no Amapá — Foto: Divulgação

Ação aconteceu durante patrulhamentos da Operação Verde Brasil no município de Oiapoque.


Militares do Exército em parceria com órgãos de combate e controle ambiental fecharam 2 garimpos ilegais na divisa do Amapá com a Guiana Francesa, na altura do município de Oiapoque, no extremo norte do estado. As ações ocorreram nas calhas dos rios Cricou e Marupi, afluentes com o rio Oiapoque.

As atividades integram a operação Verde Brasil e além da desativação, uma cooperativa de garimpeiros foi multada pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) em R$ 310 mil pela prática ilegal.

Mais de R$ 101 mil em materiais foram apreendidos nas minas, onde 10 garimpeiros foram encontrados praticando atividade ilegal. As equipes da operação chegaram até o local após sobrevoo de helicóptero.

O primeiro garimpo foi desativado na terça-feira (15) e o segundo, foi desativado e multado na madrugada de quarta-feira (16).

Garimpo interditado no interior do Amapá — Foto: Divulgação
Garimpo interditado no interior do Amapá — Foto: Divulgação

Os itens apreendidos foram: baterias, rádios, balanças, bombas d’água, motosserra, fios elétricos e geradores. Até a última atualização desta reportagem, ainda não foi informado o tamanho da área devastada.

A operação conjunta realizada entre 14 e 16 de outubro contou com militares do 34º Batalhão de Infantaria de Selva e membros do Ibama, Tribunal de Justiça do Amapá (Tjap), Polícia Federal (PF) e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Área desmatada para a realização do garimpo ilegal  — Foto: Divulgação
Área desmatada para a realização do garimpo ilegal — Foto: Divulgação

Por: Caio Coutinho
Fonte: G1

VER MAIS EM:
 https://amazonia.org.br/2019/10/garimpos-ilegais-sao-fechados-e-multados-na-divisa-do-amapa-com-a-guiana-francesa/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.