Ação é desenvolvida em aldeias ianomami do Rio Negro devido à alta infestação de bicho-de-pé

Ministério da Saúde e Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) desenvolvem ações para combater infestações de bicho-de-pé em indígenas.

A Secretaria de Saúde Indígena (Sesai) e a Opas já visitaram comunidades dos distritos sanitários especiais indígenas do Alto Rio Negro ianômami do Amazonas.

A ação é para combater a tundíase, popularmente conhecida como bicho-de-pé. A doença é causada por uma pulga que se alimenta do sangue de humanos e de animais e provoca poucos impactos, quando se fala em um ou dois bichos-de-pé.

Mas, as aldeias indígenas em que estão sendo acompanhadas, as pessoas apresentam altos níveis de infestação.

Acompanhe na reportagem de Renata Martins.

FONTE: RADIOAGÊNCIA NACIONAL – EBC

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.