União Indígena Xerente debate autonomia e fortalecimento das comunidades

Neste mês, a União Indígena Xerente (UNIX) discutiu temas como fiscalização e monitoramento territorial, eco e etnoturismo e outros projetos de autonomia e fortalecimento das comunidades Xerente durante assembleia geral ordinária, que comemorou 15 anos da associação.

Foto: UNIX

Apoiada pela Funai, DGM Brasil (Dedicated Grant Mechanism for Indigenous Peoples and Local Communities) e Instituto Natureza do Tocantins (NATURATINS), a assembleia contou com a participação de indígenas, do representante da câmara municipal de Tocantínia, vereador Ivan Xerente, do Procurador Federal no Estado, Dr. Luzmar, dos servidores da Coordenação Regional Araguaia Tocantins da Funai, do coordenador-geral da Mobilização dos Povos Indígenas do Cerrado – MOPIC, Hiparidi Toptiro Xavante, e do articulador dos Povos Indígenas do Tocantins – ARPIT, Avanilson Karaja.

Durante a assembleia, os Xerente elegeram, por aclamação, a nova diretoria com mandato de quatro anos. As mulheres também fizeram parte da composição na coordenação de mulheres e no conselho de anciãs. Srewe Xerente, José Kumri Xerente, Nilson de Brito Xerente e Julimar Calixto Xerente compõem a nova diretoria.

“Temos um desafio pela frente: fortalecer a autonomia, desenvolvendo projetos de visitação e realizando a gestão territorial das TIs Xerente e Funil”, comentou o presidente da Atix, Srewe Xerente que avaliou positivamente a participação da comunidade no evento.

Assessoria de Comunicação, com informações da UNIX

FONTE: FUNAI

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.