Secretaria de saúde indígena recebe prêmio por combate à malária

Título internacional foi concedido pela Organização Pan-Americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), no último dia 6, em Washington.

O combate efetivo à malária em áreas indígenas rendeu à Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) do Ministério da Saúde (MS), em 2018, o título “Campeões Contra a Malária nas Américas”. A premiação foi concedida pela Organização Pan-Americana da Saúde / Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS), no último dia 6, em Washington.

Em entrevista ao programa Alô Fronteira, da Rádio Nacional do Alto Solimões, o coordenador Distrital de Saúde Indígena do Alto Rio Solimões (Dsei), Weydson Gossel Pereira, disse que a conquista foi um feito histórico na saúde indígena. “Nós nos sagramos segundo colocados no ‘Campeões das Américas’ e primeiro do Brasil no combate contra a malária”, .

Weydson contou que, em 2015, a região do Alto Solimões registrou mais de 6 mil casos de malária, tendo sido considerada região de alto risco. Já em 2017, registrou apenas 485 casos.

Ouça a entrevista completa:

FONTE: EBC / Rádio Nacional Alto Solimões – Alô Fronteira

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.