Roraima e o nióbio

Nos últimos meses, as redes sociais e parte da mídia tradicional têm abordado a  questão da importância do nióbio como material estratégico e a presença desse elemento químico em território roraimense. 

Durante o processo de demarcação e homologação da Terra Indígena Raposa Serra do Sol – TIRSS – o tema nióbio foi bastante recorrente. Na época muitos trabalhos foram apresentados, uns com elevado senso científico, outros mais eivados de apelos emocionais.

Dentre os trabalhos apresentados podemos lembrar “ATIVOS REAIS, NIÓBIO, PLASMA, FUSÃO NUCLEAR, ENERGIA E… RORAIMA POR QUE SERÁ TÃO DIFÍCIL MANTÊ-LA SOB O GOVERNO DO BRASIL?”   de autoria de Rebecca Santoro.

O trabalho pode ser acessado nos seguintes enlaces:

 https://pt.slideshare.net/burgos4patas/niobio-energiaraposaserra-do-sol  

http://artigosrebeccasantoro.blogspot.com.br/2008/08/ativos-reais-nibio-plasma-fuso-nuclear.html   

O trabalho de Rebecca Santoro foi destaque no jornal Diário do Comércio. Veja matéria no enlace:

http://www.diariodocomercio.com.br/noticia.php?tit=o_niobio_de_roraima_&id=89886 

FONTE: INTERNET

PESQUISA: Equipe Ecoamazônia 

 

Um comentário em “Roraima e o nióbio”

  1. Fiquei impressionado com a matéria em slides sobre o Nióbio como futura Energia limpa realizando “Fusão Nuclear sem deixar resíduos radioativos”. E depois falam q o Jair Bolsonaro é maluco pq tanto fala disso, e os libertários menosprezam o valor desse mineral e ainda dizendo q não tem grande valor d mercado.

    * A equipe do ECOAMAZÔNIA esclarece que o conteúdo e opiniões expressas nos COMENTÁRIOS são de responsabilidade do autor e não refletem necessariamente a opinião deste ‘site”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.