Operação Curaretinga IX

No dia 23 de março de 2017, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) deflagrou a Operação Curaretinga IX em todo o Estado de Roraima.

1ª Bda Inf Sl deflagra Operação Curaretinga IX

A Operação transcorreu em conjunto com os órgãos das esferas federal e estadual e tem a finalidade de intensificar a presença do Estado brasileiro junto à faixa de fronteira, contribuir no combate aos delitos transfronteiriços e ambientais, realizar atendimento de saúde e odontológico à população local e reforçar junto à comunidade o sentimento de nacionalismo.

As atividades cumprem o dever legal previsto na Constituição Federal e são amparadas nas Leis Complementares 97/1999, 117/2004 e 136/2010. Dessa forma, foram realizados patrulhamentos na faixa de fronteira, bloqueios nas estradas, patrulhamento e bloqueio nos rios do Estado, além de proteção do meio ambiente pela coação a ilícitos ambientais e promoção de saúde às comunidades indígenas, por intermédio de ações cívico-sociais (ACISO).

VER FOTOS EM: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/1-bda-inf-sl-deflagra-operacao-curaretinga-ix

1ª Bda Inf Sl mobiliza postos de bloqueio e controle de estradas

No dia 28 de março, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), por meio do Comando de Fronteira Rorarima / 7º Batalhão de Infantaria de Selva, no contexto da Operação Curaretinga IX, mobilizou postos de bloqueio e controle de estradas, que realizaram revistas em pessoas e veículos terrestres.

As ações ocorreram na BR-174, norte do Estado de Roraima, e contaram com o apoio de órgãos de segurança pública e de fiscalização, como a Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar do Estado. A Operação Curaretinga IX foi deflagrada no dia 23 de março com a finalidade de intensificar a presença do Estado brasileiro junto à faixa de fronteira roraimense e combater os delitos transfronteiriços e ambientais.

VER FOTOS EM: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/1-bda-inf-sl-mobiliza-postos-de-bloqueio-e-controle-de-estradas  

1ª Bda Inf Sl realiza ação cívico-social

No período de 28 a 30 de março, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), por intermédio do o 12º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado, no contexto da Operação Curaretinga IX, realizou ações cívico-sociais (ACISO) com atendimento médico e odontológico, além de distribuição de alimentos e medicamentos, nas comunidades indígenas de Tabalascada (município de Cantá/RR), Três Corações (em Amajari/RR) e Nova Esperança (Pacaraima/RR).

Durante as ações, as crianças das comunidades tiveram a oportunidade de assistir a vídeos institucionais e filmes militares, bem como realizaram atividades recreativas.

VER FOTOS EM: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/1-bda-inf-sl-realiza-acao-civico-social  

Brigada concede entrevista coletiva sobre Operação Curaretinga IX 

No dia 27 de março, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) realizou uma coletiva de imprensa, a fim de dar publicidade à Operação Curaretinga IX. A coletiva ocorreu nas dependências da Brigada e contou com a presença de representantes dos órgãos das esferas federal e estadual e da iniciativa privada, que contribuem para o andamento da Operação.

VER FOTOS EM: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/concede-entrevista-coletiva-sobre-a-operacao-curaretinga-ix   

Brigada realiza apreensão de madeira

No dia 27 de março, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), por intermédio do 10º Grupo de Artilharia de Selva, no contexto da Operação Curaretinga IX, realizou ações de combate a ilícitos transfronteiriços e ambientais, por meio de postos de bloqueio e controle de estradas (PBCE) e patrulhamentos na faixa de fronteira roraimense.

Foram apreendidos 7 m³ de madeira Itaúba, proveniente de extração ilegal, no km 500 da região de Novo Paraíso, região sul do Estado de Roraima.

VER FOTOS EM: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/realiza-apreensao-de-madeira  

Operação apreende garimpeiros e ouro em garimpo ilegal

No dia 28 de março, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), em conjunto com a Polícia Federal, realizou a apreensão de 16 civis oriundos do interior da Terra Indígena Yanomami, que portavam aproximadamente 500 gramas de ouro e um motor de 75 HP, caracterizando a garimpagem ilegal no interior da Terra Indígena.

A apreensão ocorreu na região de Furo do Arame, às margens do Rio Uraricuera, e o material apreendido e os civis foram encaminhados para as instituições competentes para as providências cabíveis.

VER FOTOS EM: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/realiza-apreensao-de-garimpeiros-e-de-ouro-em-garimpo-ilegal 

Operação Curaretinga IX inutiliza área de degradação ambiental

No dia 27 de março, no contexto da Operação Curaretinga IX, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), por intermédio do 1º Batalhão de Infantaria de Selva Aeromóvel, sediado em Manaus (AM), realizou abordagem em área de degradação ambiental proveniente de garimpo ilegal no interior da Terra Indígena Yanomami.

A ação conjunta foi realizada no Rio Uraricoera, com o apoio da Polícia Federal, o IBAMA e a FUNAI. Na oportunidade, os garimpeiros presentes na área de garimpo evadiram-se para o interior da selva. O material de garimpagem ilegal foi aprendido e o acampamento inutilizado.

VER FOTOS EM: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/operacao-curaretinga-ix-inutiliza-area-de-degradacao-ambiental  

Brigada divulga balanço da Operação Curaretinga IX

No dia 3 de abril, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) deu por encerrada a Operação Curaretinga IX, deflagrada em 23 de março, em todo o arco fronteiriço do Estado de Roraima, com ações amparadas pelas Leis Complementares 97/1999, 117/2004 e 136/2010.

Nesse período de atividades, ocorreram patrulhamentos da faixa de fronteira, bloqueios nas estradas, patrulhamento e bloqueio nos rios do Estado, bem como a proteção do meio ambiente por intermédio de coação a ilícitos ambientais e a promoção de saúde e bem-estar às comunidades indígenas, por meio de ações cívico-sociais (ACISO).

Destacam-se como resultados mais significativos e tangíveis a apreensão de 3.359 m3 de madeira proveniente de extração ilegal, na região sul do Estado; apreensão ou inutilização de material de garimpagem ilegal no interior da Terra Indígena Yanomami; e outras apreensões nas rodovias roraimenses. Além dessas ações, ficou marcada a presença do Estado brasileiro nas regiões mais ermas do País.

Mais que o combate aos ilícitos transfronteiriços e ambientais, a 1ª Bda Inf Sl levou a “Mão Amiga” às comunidades da faixa de fronteira roraimense, com a realização de 21 ACISO, que, dentre atividades culturais e sociais, levou quase 3.500 atendimentos médicos e odontológicos, além de 667 procedimentos diversos na prevenção de enfermidades e 2.953 medicamentos distribuídos à população necessitada.

Foram empregados, nessa Operação, cerca de 984 militares, 115 viaturas e 11 embarcações. O total de distâncias percorridas foi de 9.227 km em rodovias e 1.587 km de percurso fluvial. Outro número que merece destaque é o de vistorias, ressaltando-se que ocorreram 5.907 vistorias em veículos, nos 47 postos de bloqueios e controles de estradas realizados.

Cabe ressaltar, por fim, que, apesar do término da Operação Curaretinga IX, a Brigada, em parceria com a Polícia Militar do Estado, o Distrito Sanitário Indígena Yanomami e a Fundação Nacional do Índio (FUNAI), permanecerá controlando o acesso ao Rio Uraricoera, com a finalidade de evitar os ilícitos.

Além do Exército e da Força Aérea, diversos órgãos governamentais e de segurança pública participaram das atividades, como o Ministério Público Estadual e o Federal; as Polícias Civil, Militar e Federal; a Receita Federal; a Agência Brasileira de Inteligência; e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). Algumas entidades privadas também apoiaram as ações, como a Faculdade Cathedral; bem como órgãos de apoio à população indígena, como a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e o Distrito Sanitário Especial Indígena – Yanomami.

VER FOTOS EM: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/brigada-divulga-balanco-da-operacao-curaretinga-ix

1ª Bda Inf Sl no patrulhamento na faixa de fronteira

No período de 16 a 20 de março, uma equipe do 5º Pelotão Especial de Fronteira (5º PEF), localizado em Auaris, composta por nove militares, realizou um patrulhamento na faixa de fronteira roraimense no extremo oeste do País, a fim de combater ilícitos transfronteiriços, patrulhar os marcos fronteiriços e estabelecer contato com as comunidades indígenas lindeiras.

A patrulha do 5º PEF utilizou dois dias de deslocamento a pé, através selva e em terreno acidentado, no interior da Terra Indígena Yanomami, para chegar à fronteira com a Venezuela e percorrer os marcos.

VER FOTOS EM: http://www.eb.mil.br/web/noticias/noticiario-do-exercito/-/asset_publisher/MjaG93KcunQI/content/1-bda-inf-d-sl-patrulhamento-na-faixa-de-fronteira 

FONTE: EXÉRCITO BRASILEIRO – Noticiário do Exército

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.