Crime Ambiental – Polícia prende dois pescadores com 268 tartarugas no Baixo Rio Branco

Policiais militares da Companhia Independente de Polícia Ambiental (Cipa), da Polícia Militar, juntamente com equipes de fiscalização do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e  Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), prenderam em flagrante, na manhã desta quinta-feira, no Município de Caracaraí, Centro-Oeste do Estado, dois pescadores acusados de crime ambiental.  

Um dos pescadores tem 43 anos, e o outro, 26. Ambos foram presos após denúncias feitas ao ICMbio no Parque Nacional do Viruá. Em poder da dupla foram apreendidos 268 quelônios. Os animais foram devolvidos ao habitat natural e os acusados, conduzidos à sede da Polícia Federal em Boa Vista. 

A prisão ocorreu na Praia do Frio, distante 30 quilômetros da cidade de Caracaraí. Conforme informações do comandante da Cipa, major Ademildo Magalhães, um terceiro infrator conseguiu fugir pelo rio. “Os quelônios seriam comercializados na cidade de Caracaraí, chegando a custar até R$ 200,00”, informou. 

Foram apreendidos duas canoas de madeira, de cinco e sete metros, e também dois motores tipo rabeta. Depois da autuação e registro de ocorrência policial, os infratores foram entregues na sede da Polícia Federal para providências.

Por João Barros

Jornal Folha de Boa Vista

http://www.folhabv.com.br/noticia/Policia-prende-dois-pescadores-com-268-tartarugas-no-Baixo-Rio-Branco/11502

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*