DSEI Vilhena realiza ação de controle do tracoma

Crianças foram as mais beneficiadas em duas regiões de Rondônia

Foto postada em: SESAI

O DSEI Vilhena/SESAI/MS, em parceria com a Secretaria de Vigilância em Saúde – SVS/MS, realizou uma ação estratégica de vigilância epidemiológica para o controle do tracoma, uma doença inflamatória ocular. A ação ocorreu entre 17 a 20 de outubro e beneficiou 180 crianças entre 1 e 9 anos de idade em Rondônia.

O tracoma é uma doença inflamatória ocular causada pela bactéria chlamydia trachomatis. Os sintomas começam com leve coceira e irritação nos olhos e nas pálpebras e podem progredir para visão turva e dor nos olhos, ou até mesmo cegueira. A doença ocorre principalmente em crianças, sobretudo, naquelas entre 3 e 6 anos, sendo rara em adultos. A ação atendeu indígenas do Polo Base de Vilhena, nas regiões do complexo Mamaindê e em Aroeira, em Rondônia.

De acordo com o Coordenador Paulo Sergio Gomes Sityá, a ação é realizada de acordo com o Plano de Eliminação do Tracoma, elaborado pela equipe técnica do DSEI Vilhena, com vigência desde 2011. “A ação teve extrema importância para a realização de inquérito em regiões de maior prevalência da doença, cujos casos foram detectados entre 2011 e 2016”, explica Sityá. “Nosso objetivo é avaliar a eficácia do tratamento realizado por três anos consecutivos, conforme recomendação do Ministério da Saúde”.

Entre os dias 19 e 21 de outubro, foram examinadas aproximadamente 180 crianças na faixa etária de 1 a 9 anos de idade. A equipe do Ministério da Saúde também examinou adultos e isso em busca da triquíase tracomatosa (cílios encravados que podem se originar de casos de tracoma).

PUBLICADO POR: SESAI 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
%d blogueiros gostam disto: